João Bosco Luz lamentou a confusão entre torcedores no Serra Dourada e disse que irá conversar com o STJD e pretende vetar promoções de ingressos

Torcedores do Goiás entraram em confronto na arquibancada neste domingo
Carlos Costa/Futura Press
Torcedores do Goiás entraram em confronto na arquibancada neste domingo

Não foi só o atacante Walter que se irritou com as as cenas de violência vistas no estádio Serra Dourada neste domingo, quando o Goiás bateu o Atlético-PR por 3 a 0. Nesta segunda, o presidente esmeraldino João Bosco Luz lamentou o fato e garantiu que a diretoria do clube estuda mudanças para as próximas partidas do Verdão como mandante.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Estamos estudando algumas soluções para os próximos jogos em casa, seja no Serra Dourada ou em outro estádio. Estamos discutindo com a Federação Goiana de Futebol, vou conversar com o Superior Tribunal de Justiça Desportiva. É uma situação que extrapola nossas forças, vamos ter que buscar ajuda externa", relata o dirigente.

João Bosco Luz não revelou quais serão as ações, já que elas ainda dependem de conversas para serem decididas. É certo, porém, que não haverá mais promoção de ingressos e cobrança de meia-entrada para torcedores com a camisa do Goiás. Além disso, o preço do bilhete deve subir, a fim de afastar os causadores da confusão do estádio.

"É uma parte pequena da torcida, mas que provoca um estrago muito grande. Menos de 10% dos torcedores protagonizaram uma confusão que me deixou horrorizado, ao ponto dos verdadeiros torcedores esmeraldinos vaiarem os arruaceiros", conclui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.