Tamanho do texto

Lucas Cândido, de apenas 19 anos, soltou chute no ângulo e fez o gol da vitória do time mineiro sobre os cariocas no Independência

Com um golaço do garoto Lucas Cândido, o Atlético-MG venceu por 1 a 0 o Flamengo , neste domingo, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado fez os mineiros chegarem a 42 pontos, na nona colocação. Já os rubro-negros permanecem com 40, no meio da tabela. A partida foi marcada pelo grande número de desfalques das duas equipes. Os donos da casa por conta de lesões e suspensões, já os cariocas porque a equipe terá jogo pela Copa do Brasil no meio de semana.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O primeiro tempo foi de muita correria, mas de pouca emoção. As duas equipes erraram muito nas finalizações na etapa inicial. Já no segundo tempo, o Atlético-MG chegou a vitória com um belo gol de Lucas Cândido, o seu primeiro como profissional.

Confira a classificação atualizada, notícias, tabela de jogos e artilharia do Brasileirão

Na próxima rodada, o Atlético-MG terá pela frente o Botafogo, no próximo sábado, no Maracanã. Já o Flamengo vai encarar a Portuguesa, em jogo que será realizado no Castelão, em Fortaleza, no domingo. Antes disso, os cariocas terão o duelo contra o Botafogo, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

O jogo

Empurrado pela torcida, o Atlético-MG começou a partida buscando uma pressão sobre Flamengo. No entanto, o cariocas conseguiam sair nos contra-ataques. O problemas das duas equipes era na finalização, pois nenhuma levou perigo ao goleiro adversário. A primeira chance de gol aconteceu somente aos 27 minutos, quando Neto Berola passou por Franches, pela direita, e cruzou para Rosinei. Só que o volante cabeceou por cima do travessão de Felipe.

A resposta do Flamengo veio aos 35 minutos, em chute de fora da área de Gabriel, que Victor defendeu em dois tempos. O lance fez o Atlético-MG aumentar a intensidade no ataque. Tanto que os mineiros quase abriram o placar aos 40. Emerson cobrou falta, Val bateu com a cabeça, e a bola passou raspando a trave de Felipe.

Nos minutos finais, as duas equipes buscaram o ataque, mas pecavam quando chegavam perto da área. Assim, o confronto foi para o intervalo com a igualdade no placar.

Na etapa final, os donos da casa esboçaram uma pressão, mas viram o Flamengo criar as melhores chances. Aos seis minutos, Marcos González aproveitou cruzamento e cabeceou, mas em cima de Victor. Três minutos depois, o goleiro mineiro salvou a equipe em duas oportunidades. Primeiro Hernane definiu cruzamento rasteiro de Carlos Eduardo e viu Victor fazer a defesa. Logo depois, foi a vez de Gabriel arriscar de fora da área, a bola desviar na zaga, mas parar no arqueiro.

Lucas Cândido comemora gol do Atlético-MG sobre o Flamengo
Cristiane Mattos/Futura Press
Lucas Cândido comemora gol do Atlético-MG sobre o Flamengo

Quando os rubro-negros eram melhores em campo, o Atlético-MG respondeu em grande estilo, aos 12 minutos. Lucas Cândido recuperou a bola na intermediária de ataque, e acertou belo chute no ângulo de Felipe.

Depois do gol, o Atlético-MG voltou a ter ligeiro domínio na partida. No entanto, aos poucos, o Flamengo passou a avançar mais e fez os donos da casa recuarem. Os rubro-negros tentavam pelos lados do campo, mas a zaga atleticana tirava o perigo. Nos minutos finais, os visitantes pressionaram, mas desperdiçaram algumas oportunidades, principalmente em erros nas finalizações. Assim, os mineiros saíram de campo com a vitória.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 0 FLAMENGO

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 20 de outubro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Danilo Manis (SP)
Cartões amarelos: Leonardo Silva, Lucas Cândido e Neto Berola (Atlético-MG); Carlos Eduardo e Val (Flamengo)
GOL : ATLÉTICO-MG: Lucas Cândido, aos 12 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César (Alex), Leonardo Silva, Jemerson (Dodô) e Emerson; Pierre, Lucas Cândido, Rosinei, Neto Berola (Leleu) e Fernandinho; Jô
Técnico: Cuca

FLAMENGO: Felipe; Digão, Marcos González, Wallace e Frauches; Val, Amaral, Luiz Antônio (Bruninho), Carlos Eduardo (Marcelo Moreno) e Gabriel (Rafinha); Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.