Aloísio finda jejum e assusta Muricy ao ameaçar nova voadora

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Após 11 partidas passando em branco, atacante se reencontra com o gol e decreta vitória do São Paulo sobre o Bahia

As violentas comemorações de Aloísio nos gols de seus companheiros já vinham assustando Muricy Ramalho há algum tempo. Na tarde deste domingo, o centroavante quebrou um longo jejum, ao anotar o gol da vitória do São Paulo sobre o Bahia, e não perdeu a chance de brincar com o treinador.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Assim que balançou a rede em Salvador, ele se desvencilhou dos demais titulares e partiu em direção ao banco de reservas, ameaçando aplicar uma voadora em Muricy, em atitude semelhante à que teve durante a vitória sobre o Cruzeiro, há pouco mais de uma semana, quando também chacoalhou o comandante pela jaqueta.

Jogadores da Portuguesa comemoram gol de Moises. Foto: Luís Moura/Gazeta PressWillian Henrique, do Vitória, acerta chute no gol da Portuguesa. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSKeirrison se emociona ao voltar a marcar. Gol deu a vitória ao Coritiba. Foto: Giuliano Gomes/Gazeta PressBorges domina a bola de cabeça em ataque do Cruzeiro no Couto Pereira. Foto: JOKA MADRUGA/FUTURA PRESSDankler comemora gol do Botafogo sobre o Vasco no Maracanã. Foto: Eduardo Duarte/Futura PressJomar comemora gol do Vasco diante do Botafogo. Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto/Gazeta PressPedro Ken comemora gol de empate do Vasco no Maracanã. Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.brGanso tenta drible em ataque do São Paulo contra o Bahia. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressAloisio chuta de direita e marca o gol da vitória do São Paulo sobre o Bahia. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressJô encara marcação de Wallace em ataque do Atlético-MG durante a vitória do Flamengo. Foto: Bruno Cantini/Flickr Clube Atlético MineiroDuelo aéreo no jogo entre Flamengo e Atlético-MG. Foto: Paulo Fonseca/Futura PressLucas Cândido comemora gol do Atlético-MG sobre o Flamengo. Foto: Cristiane Mattos/Futura PressD'Alessandro, do Internacional, disputa a bola com Alex Telles, do Grêmio. Foto: Lucas Uebel/Flickr GrêmioVargas passa por Muriel e marca gol do Grêmio sobre o Internacional. Foto: Lucas Uebel/Flickr GrêmioLeandro Damião, do Internacional, e Bressan, do Grêmio, no Gre-Nal de Caxias do Sul. Foto: VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta PressWalter escapa da marcação de Léo no duelo entre Goiás e Atlético-PR. Foto: Carlos Costa/Futura PressDudu Cearense comemora gol na vitória do Goiás diante do Atlético-PR. Foto: Adalberto Marques/Agif/Gazeta PressCássio saiu machucado no primeiro tempo e desfalca o Corinthians contra o Grêmio. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressPato marcou o gol da vitória do Corinthians sobre o Criciúma. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressPato voltou ao Corinthians após servir à seleção. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressEverton Costa, do Santos, domina a bola cercado por dois jogadores do Náutico. Foto: Aldo Carneiro/Futura PressCícero marcou dois gols na goleada do Santos. Foto: Aldo Carneiro Costa/Gazeta PressLeandro Euzébio sobe mais alto que Diego e arrisca cabeceio ao gol da Ponte Preta. Foto: Nelson Perez/FluminenseF.C.Jean em ação pelo Fluminense diante da Ponte Preta. Foto: Agência PhotocameraFábio Braga comemora gol de empate do Fluminense no MAracanã. Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.

"Noutro dia, ele quase quebrou minha coluna", riu o técnico, na semana passada, referindo-se ao jogo no Mineirão. "É um perigo quando os outros fazem gol. Quando ele fizer o gol, então... Se ele vier na minha direção, eu vou embora. Pelo amor de Deus, esse cara é louco. Dá carrinho, voadora, bate na cara dos outros, sai sangue. É um perigo fazer gol".

Dito e feito. Na primeira partida após a brincadeira de Muricy, Aloísio marcou seu primeiro gol sob comando do treinador, quebrando um jejum de 11 partidas sem balançar a rede - o último gol havia sido em 5 de setembro, diante do Criciúma - e empatando com Luis Fabiano na artilharia são-paulina no Campeonato Brasileiro, com seis tentos. Mas, em vez de distribuir golpes, foi o centroavante quem sofreu, recebendo uma série de tapas dos companheiros.

Romildo de Jesus/Futura Press
Aloisio chuta e marca o gol da vitória do São Paulo

"Fazia tempo que eu não marcava. Eu estava me cobrando pouco até, porque o gol iria sair naturalmente. Mas foi bom, quebrou um jejum, e foi melhor ainda porque veio com essa vitória importante demais", falou o camisa 19, substituído no início do segundo tempo ao sentir cãibra na panturrilha esquerda. "Não foi nada, só me desgastei um pouco", minimizou.

Aloísio e o restante do elenco se reapresentam na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda. Antes de visitar o Internacional, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro, a equipe tem compromisso pela Copa Sul-americana na quarta-feira, quando faz o jogo de volta das oitavas de final contra a Universidad Católica, no Chile. O primeiro jogo, no Morumbi, terminou empatado por 1 a 1.

Leia tudo sobre: são paulobrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas