Aborrecido, Oswaldo critica calendário e cita cansaço do elenco do Botafogo

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Time abriu 2 a 0 logo no começo de jogo, mas permitiu reação do Vasco e saiu do Maracanã com um empate

O treinador do Botafogo, Oswaldo de Oliveira, não saiu nada satisfeito de campo na noite deste domingo após o empate com o Vasco em 2 a 2, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque o time abriu 2 a 0 ainda no primeiro tempo e perdeu muitas chances, como explicou o técnico.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Veja imagens dos jogos desta rodada do Brasileirão

Jogadores da Portuguesa comemoram gol de Moises. Foto: Luís Moura/Gazeta PressWillian Henrique, do Vitória, acerta chute no gol da Portuguesa. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSKeirrison se emociona ao voltar a marcar. Gol deu a vitória ao Coritiba. Foto: Giuliano Gomes/Gazeta PressBorges domina a bola de cabeça em ataque do Cruzeiro no Couto Pereira. Foto: JOKA MADRUGA/FUTURA PRESSDankler comemora gol do Botafogo sobre o Vasco no Maracanã. Foto: Eduardo Duarte/Futura PressJomar comemora gol do Vasco diante do Botafogo. Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto/Gazeta PressPedro Ken comemora gol de empate do Vasco no Maracanã. Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.brGanso tenta drible em ataque do São Paulo contra o Bahia. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressAloisio chuta de direita e marca o gol da vitória do São Paulo sobre o Bahia. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressJô encara marcação de Wallace em ataque do Atlético-MG durante a vitória do Flamengo. Foto: Bruno Cantini/Flickr Clube Atlético MineiroDuelo aéreo no jogo entre Flamengo e Atlético-MG. Foto: Paulo Fonseca/Futura PressLucas Cândido comemora gol do Atlético-MG sobre o Flamengo. Foto: Cristiane Mattos/Futura PressD'Alessandro, do Internacional, disputa a bola com Alex Telles, do Grêmio. Foto: Lucas Uebel/Flickr GrêmioVargas passa por Muriel e marca gol do Grêmio sobre o Internacional. Foto: Lucas Uebel/Flickr GrêmioLeandro Damião, do Internacional, e Bressan, do Grêmio, no Gre-Nal de Caxias do Sul. Foto: VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta PressWalter escapa da marcação de Léo no duelo entre Goiás e Atlético-PR. Foto: Carlos Costa/Futura PressDudu Cearense comemora gol na vitória do Goiás diante do Atlético-PR. Foto: Adalberto Marques/Agif/Gazeta PressCássio saiu machucado no primeiro tempo e desfalca o Corinthians contra o Grêmio. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressPato marcou o gol da vitória do Corinthians sobre o Criciúma. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressPato voltou ao Corinthians após servir à seleção. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressEverton Costa, do Santos, domina a bola cercado por dois jogadores do Náutico. Foto: Aldo Carneiro/Futura PressCícero marcou dois gols na goleada do Santos. Foto: Aldo Carneiro Costa/Gazeta PressLeandro Euzébio sobe mais alto que Diego e arrisca cabeceio ao gol da Ponte Preta. Foto: Nelson Perez/FluminenseF.C.Jean em ação pelo Fluminense diante da Ponte Preta. Foto: Agência PhotocameraFábio Braga comemora gol de empate do Fluminense no MAracanã. Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.

"Fomos melhores que o Vasco. Quando estava 2 a 0 podíamos ter matado o jogo, quando estava 2 a 1, poderíamos ter ampliado. E no 2 a 2 mesma coisa. Isso me aborreceu. Não saio satisfeito porque temos alertado os jogadores para as jogadas de bolas paradas nos treinos", declarou.

A polêmica escolha de escalar o time reserva no clássico, correndo o risco de perder pontos importantes para a disputa de um lugar no G4, foi justificada como uma medida necessária.

"Precisávamos quebrar essa sequência de jogos desse jogadores estão jogando sempre. É racional, é só olhar. Todos deveriam esperar que tomássemos essa atitude. É impossível que uma equipe produza durante 90 minutos, jogando 29 vezes consecutivas, a mesma coisa sempre, sem uma instabilidade física e técnica", completou.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: BotafogoBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas