Conselho do Palmeiras apoia postura de Paulo Nobre em impasse com WTorre

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Clube e construtora divergem em relação à divisão de cadeiras cativas no Allianz Parque, ainda em obras

Divulgação
Foto panorâmica da Arena com andamento das obras em setembro

O Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) do Palmeiras se reuniu na noite desta quinta-feira, na Academia de Futebol, para discutir os rumos da reforma do antigo Palestra Itália. Em meio ao impasse entre a diretoria e a construtora WTorre, por conta da divisão das cadeiras cativas, o órgão que reúne um pequeno número de conselheiros manifestou seu apoio ao presidente Paulo Nobre.

Comente esta notícia com outros torcedores

"O COF entendeu que o presidente está conduzindo de forma bastante aproveitável as negociações dele com o Walter Torre (presidente da construtora). Demos nosso apoio a ele", afirmou o presidente do órgão, Alberto Strufaldi Neto.

A discussão entre o Palmeiras e a empresa é referente ao número de assentos que o clube poderá negociar de forma independente, sem passar pela construtora. Em meio ao temor até de briga judicial, Strufaldi defende que as duas partes cheguem a um acordo para a divisão e explicou que esta é a postura de Paulo Nobre.

"Precisa haver um consenso entre WTorre e Palmeiras, para que os dois fiquem contentes com a negociação", comentou. O encontro do COF nesta quinta foi agendada com o único objetivo de discutir os detalhes do estádio e, por isso, outros assuntos não foram abordados.

"Foi uma reunião muito boa, esclarecedora. Foram apresentados alguns problemas administrativos que estão ocorrendo e nós discutimos isso. Quando é uma reunião extraordinária, falamos apenas do assunto colocado", completou.

Leia tudo sobre: palmeiraspaulo nobrecofalberto strufaldi netowtorreallianz parque

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas