São Paulo usa vídeos e culpa corintianos por confusão entre sua torcida e PM

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Imagens do circuito interno do estádio do Morumbi mostram os momentos em que artefatos explosivos são arremassados da área da arquibancada reservada aos visitantes

A diretoria do São Paulo encontrou um argumento para se defender em relação ao episódio de conflito de sua torcida com a Polícia Militar durante o clássico do último domingo contra o Corinthians e evitar o risco de ser punido com perda de mandos de jogo. O site oficial do clube divulgou nesta quinta-feira imagens do circuito interno de câmeras do estádio do Morumbi mostrando que artefatos explosivos teriam sido arremessados da área reservada à torcida visitante.

Leia também: Súmula de clássico aponta apenas 'tumulto' de torcedores do São Paulo

O que o São Paulo alega é que as explosões dos artefatos provocadas pelos corintianos teriam sido o fato motivador da revolta das torcidas uniformizadas são-paulinas, que consequentementente entraram em conflito com a Polícia Militar ao invadir o espaço vazio na arquibancada que separava as duas torcidas.

Gobbi pede punição ao São Paulo e afirma: 'Só as brigas do Corinthians dão processos'

Leia abaixo a nota divulgada pelo São Paulo na íntegra:

Miguel Schincariol/Gazeta Press
Torcedores do São Paulo enfrentam os policiais na arquibancada do Morumbi

Imagens do circuito interno do Morumbi mostram que explosivos partiram da torcida visitante no clássico

Acerca dos incidentes verificados durante o intervalo da partida São Paulo FC x Sport Clube Corinthians Paulista, realizada no último dia 13 de outubro de 2013, no Estádio do Morumbi, vimos pela presente prestar os seguintes esclarecimentos.

O São Paulo FC realizou nas últimas horas exame minucioso das imagens obtidas pelo circuito interno de monitoramento do Estádio do Morumbi, que conta atualmente com dezenas de câmeras em funcionamento simultâneo antes, durante e após as partidas e demais eventos realizados no local.

O material analisado demonstra claramente que:

1. As imagens captadas às 16:57:42 atestam, de forma inequívoca, que o primeiro artefato explosivo que veio a cair no Setor Térreo do Estádio do Morumbi foi atirado a partir do setor destinado à torcida visitante. O rastro de fumaça mostrado na imagem é o elemento mais claro a demonstrar a trajetória do explosivo, vindo desde o setor da arquibanda onde estavam os torcedores visitantes, passando pelas numeradas e chegando até o Setor Térreo.

2. A forma como os torcedores localizados no setor da arquibancada destinado aos visitantes se debruçam, olham e se dirigem aos torcedores do Setor Térreo, atingido pelo artefato explosivo, também indica ter partido daquele local o primeiro explosivo que desencadeou todo o tumulto que veio a ocorrer durante o intervalo da partida.

3. Mas não é só. As imagens captadas às 16:58:27 indicam ter havido, ainda, o arremesso de um segundo artefato explosivo partindo do setor da arquibancada destinado à torcida visitante, na direção do setor da arquibancada onde estavam as torcidas uniformizadas do São Paulo FC.

4. Nesse ponto, a área da imagem circulada em vermelho mostra de forma clara o braço estendido do autor do arremesso e o rastro de fumaça partindo do setor da arquibancada destinado aos visitantes e atingindo maior intensidade no setor destinado à torcida do São Paulo FC., felizmente em área em que não estava sendo ocupada por torcedores, por determinação da Polícia Militar.

5. É inegável que os distúrbios verificados entre as torcidas organizadas do São Paulo FC. e a Polícia Militar do Estado de São Paulo ocorreram a partir do lançamento desses artefatos explosivos cujo exame das imagens ora apresentadas demonstra, de forma inequívoca, foram disparados a partir do setor das arquibancadas destinado à torcida visitante.

Leia tudo sobre: são paulocorinthiansbrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas