Palmeiras ignora possível festa ante São Caetano e só pensa no Bragantino

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Vencer em Bragança Paulista, na próxima rodada, é essencial para que o time paulista chegue para o jogo contra adversário do ABC com chances de já garantir o acesso

Divulgação/Palmeiras
Fernando Prass, goleiro do Palmeiras, alerta para a próxima rodada da Série B

A derrota para o Icasa tirou do Palmeiras a chance de garantir matematicamente neste sábado o regresso à elite do futebol nacional. Por isso, se fizer sua parte, o Verdão deve mesmo confirmar o acesso no dia 26, na partida contra o São Caetano, que será marcada pela festa do retorno do clube à capital paulista e também pelo lançamento da camisa comemorativa do centenário.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Porém, depois do tropeço em Juazeiro do Norte, os jogadores não querem nem pensar na possível festa contra o Azulão. A ordem no clube é se concentrar por uma reação diante do Bragantino, até porque uma vitória em Bragança Paulista é essencial para chegar com chance de subir na rodada seguinte, frente ao São Caetano.

Leia mais: Palmeiras volta para casa após tropeço, e Wesley reconhece que falta muita coisa ainda

"Não conversamos (sobre possível acesso contra São Caetano), porque estamos falando do Bragantino, que vai ser um jogo importantíssimo. Haverá outros confrontos diretos nesta rodada, como o jogo entre Chapecoense e Sport, mas o importante é fazermos nossa parte, até pela vantagem que nós temos", afirmou o goleiro Fernando Prass.

Confira a tabela de classificação da Série B

O resultado adverso contra o Icasa manteve o Palmeiras com 65 pontos na Série B do Campeonato Brasileiro, ainda com a liderança folgada, mas o clube paulista não pode mais abrir neste fim de semana a vantagem necessária para garantir a classificação. Por isso, o duelo contra o São Caetano ganhou uma importância ainda maior.

Diante do time do ABC, o Verdão voltará à capital paulista depois de seis rodadas longe da cidade. Neste período, são quatro compromissos como visitantes (Oeste, ABC, Icasa e Bragantino), além de dois confrontos em que perdeu o mando de campo por determinação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva e, assim, atuou em Londrina (nas vitórias sobre Figueirense e Guaratinguetá).

Desta forma, o clube não atua no Pacaembu desde 28 de setembro, quando empatou por 0 a 0 com o América-RN. Na volta à capital paulista, o clube também aproveitará para estrear a camisa verde e amarela, que será utilizada para festejar seu centenário, em 2014, e também para homenagear a Seleção Brasileira.

Mesmo com a necessidade de pensar apenas na partida contra o Bragantino, o volante Wesley reconhece que tem de se segurar para evitar a euforia por saber que está prestes a obter o acesso à elite nacional.

"Todos são seres humanos e é difícil não ter ansiedade, mas vamos tentar, de alguma forma, manter a tranquilidade, para não nos prejudicarmos. É uma situação normal e precisa ser de maneira tranquila", completou.

O Palmeiras terá apenas dois treinos para encarar o Bragantino. Na tarde desta quinta-feira, o time se reapresenta ao técnico Gilson Kleina e começa a preparação na Academia de Futebol. Na manhã de sábado, o comandante encerra os trabalhos para o confronto no interior paulista.

Leia tudo sobre: palmeirasfernando prasswesleysérie bigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas