Em segundo julgamento, Gilson Kleina é absolvido pelo STJD

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Técnico do Palmeiras, mais uma vez, foi julgado por criticar a atuação do árbitro na partida contra o Atlético-PR. Ele poderia ficar seis jogos fora

Divulgação/Palmeiras
O técnico Gilson Kleina

Gilson Kleina escapou de uma punição do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Julgado nesta quinta-feira, o técnico do Palmeiras foi absolvido após ter sido expulso na derrota por 3 a 0 contra o Atlético-PR, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

O comandante foi enquadrado no artigo 258 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) e poderia pegar até seis jogos de suspensão. No primeiro julgamento, realizado no dia 18 de setembro, ele já havia sido absolvido.

Confira a tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

Kleina foi posto no tribunal por questionar a atuação do árbitro Ricardo Marques Ribeiro, no dia 28 de agosto. De acordo com a súmula da partida, o palmeirense "contestou de forma veemente as decisões da arbitragem, gesticulando e batendo palmas de forma irônica".

Esta é a terceira vez que Kleina é julgado pelo STJD neste segundo semestre. Anteriormente, o técnico já havia sido enquadrado no artigo 258 por reclamações na derrota por 1 a 0 contra o Sport, em 8 de junho, e foi suspenso por uma partida.

Leia tudo sobre: palmeirasgilson kleinastjdcopa do brasil

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas