Com excesso de desfalques, Cuca aguarda a liberação de Guilherme

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Contra o Flamengo, nada menos que seis atletas terão que cumprir suspensão por excesso de cartões amarelos ou expulsões

Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro
Guilherme, atacante do Atlético-MG

O técnico Cuca terá problemas para armar o time do Atlético-MG na partida contra o Flamengo, no próximo domingo, no estádio Independência. Isso porque, o treinador terá vários desfalques por suspensão e ainda conta com jogadores no departamento médico.

Atlético-MG é o 5º no Brasileiro. Confira a classificação e os próximos jogos

Nada menos que seis atletas terão que cumprir suspensão por excesso de cartões amarelos ou expulsões. Contra o Furacão, o lateral-direito Marcos Rocha e o avante Alecsandro foram expulsos de campo. Já os volantes Leandro Donizete e Josué e os atacantes Luan e Diego Tardelli foram advertidos com o cartão amarelo de número três e vão cumprir suspensão.

Diante de tantos problemas, Cuca aguarda a liberação pelo medico Rodrigo Lasmar do atacante Guilherme, que está em fase final de tratamento no departamento médico. "A gente espera sempre pelo Guilherme. Está na transição da parte física. Agora depende da equipe do Rodrigo liberar o Guilherme para nós", disse.

Além dos problemas de suspensão, Cuca tem o argentino Dátolo e o zagueiro Réver no departamento médico. Para compensar o excesso de desfalques, o goleiro Victor e o avante Jô, que estavam com a Seleção Brasileira voltam ao time, assim como Leonardo Silva e o volante Pierre, que cumpriram suspensão contra o Furacão.

Leia tudo sobre: Atlético-MGCucaBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas