Casillas diz que deixará o Real daqui a três meses se não jogar mais vezes

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

"Se a situação não mudar em três meses e você me perguntar essa questão, talvez eu responda que planejo sair", disse o goleiro ao ser questionado por jornalistas

Reuters

O goleiro da Espanha e do Real Madrid Iker Casillas afirmou nesta quinta-feira que pode deixar o único clube que defendeu na carreira se não passar a jogar mais vezes pela equipe. "Estou aqui desde criança, mas vai chegar o dia em que talvez uma decisão tenha de ser tomada", afirmou ele em um evento promocional em Madri.

Veja classificação, tabela de jogos, artilharia e niotícias do Campeonato Espanhol

O goleiro deu até prazo para se firmar novamente no time. "Decidi que desejo fazer parte deste elenco por bastante tempo, mas se a situação não mudar em três meses e você me perguntar essa mesma questão, talvez eu responda que estou planejando sair", declarou.

Casillas, de 32 anos, que foi titular absoluto do Real e da seleção por mais de 10 anos, perdeu a vaga de goleiro número 1 do clube após sofrer uma lesão na mão durante a temporada passada. O ex-técnico do Real José Mourinho, com quem Casillas tinha um relacionamento complicado, contratou Diego López, do Sevilla, que manteve-se como titular apesar da volta de Casillas após a contusão

Carlo Ancelotti, que substituiu Mourinho após a ida do português para o Chelsea, adotou uma política de rotação, em que López joga no Campeonato Espanhol e Casillas atua na Liga dos Campeões, o que gerou especulações sobre a saída do ex-capitão.

O técnico da Espanha, Vicente del Bosque, que também teve uma passagem como treinador do Real, defendeu Casillas apesar dos problemas no clube. Ele o escalou para o jogo decisivo de terça-feira das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, em que a Espanha derrotou a Geórgia, deixando Victor Valdés, do Barcelona, na reserva.

O Real, que está cinco pontos atrás dos líderes Barcelona e Atlético de Madri no Campeonato Espanhol após oito rodadas, enfrenta o Málaga, no sábado, e depois pega a Juventus, na quarta-feira, pela Liga dos Campeões.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhareal madridcasillas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas