Após garantir que Tite fica, diretor coloca Corinthians fora da Libertadores

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Roberto de Andrade, no entanto, não considera que a equipe fez uma temporada ruim

Gazeta Press
Roberto de Andrade, diretor do Corinthians

Logo após a reunião desta quinta-feira, na qual a permanência de Tite foi confirmada, o diretor de futebol Roberto de Andrade explicou os motivos que levaram à decisão do Corinthians de contar com o treinador pelo menos até o fim de 2013, mas não mostrou otimismo para o futuro na temporada. Apesar de não ter considerado um ano fracassado, o dirigente admitiu que o clube deve ficar fora da Libertadores em 2014.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Eu não vou chamar de fracasso, porque um ano em que você ganha dois títulos não pode ser considerado fracasso. É lógico que a gente fica chateado por não participar da Libertadores porque é um campeonato que todos almejam estar, mas não chega a ser um fracasso, não", disse Roberto de Andrade, relembrando as conquistas do Campeonato Paulista e da Recopa Sul-Americana.

Longe dos primeiros colocados no Campeonato Brasileiro, o Corinthians, apesar do desânimo do diretor de futebol, ainda tem a chance de disputar o torneio continental na próxima temporada com o título da Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira, a equipe alvinegra encara o Grêmio, pelas quartas de final, e precisa pelo menos de um empate com gols, em Porto Alegre, para avançar.

Em relação ao trabalho de Tite, Roberto de Andrade garantiu que o treinador não chegou a pedir para deixar o Corinthians - como foi cogitado após a goleada sofrida diante da Portuguesa. O diretor de futebol afirmou que o comandante alvinegro vem apresentando sinais de desânimo por causa dos maus resultados nos últimos jogos.

"Ele não jogou a toalha, mas é difícil você estar trabalhando, se esforçando, pensando no Corinthians 24 horas por dia, e o resultado não aparecer. Então, você acaba ficando para baixo e quer alguma coisa para se levantar. Foi o que aconteceu com o Tite. Em algum momento ele ficou chateado com essa situação, achando que não era capaz, mas longe de deixar o Corinthians", confirmou o diretor de futebol.

Otimista, Roberto de Andrade ainda completou o seu comentário sobre Tite projetando o retorno dos resultados positivos neste sábado, diante do Criciúma, pelo Campeonato Brasileiro. "Ele tem contrato, não é o perfil dele de deixar as cosias pela metade. Então ele está conosco, está animado e nós vamos reencontrar as vitórias já neste sábado".


* Com Gazeta Esportiva

Leia tudo sobre: Titeroberto de andradecorinthians

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas