Substituto de Deco em 2004, estreia de Messi pelo Barcelona completa nove anos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Argentino debutou pelo time principal no lugar do ex-meia do Fluminense. São 324 gols e 21 títulos com o clube catalão

Luis Bagu/Getty Images
Messi em sua primeira temporada com o time principal do Barcelona: camisa 30

No dia 16 de outubro de 2004, uma substituição aos 36 minutos do segundo tempo do clássico contra o Espanyol, vencido por 1 a 0, no Estádio Olímpico, entraria para a história do Barcelona. O técnico Frank Rijkaard sacou Deco e promoveu a estreia de Lionel Messi no time principal. Franzino, cabelos longos e com o número 30 às costas, ele tinha 17 anos e 114 dias. Ali começava a trajetória do jogador que seria eleito quatro vezes o melhor do planeta.

Comente esta notícia com outros torcedores

Exatos nove anos de seu debute, Messi já adotou corte de cabelo mais curto, veste agora a camisa 10, virou pai e leva o status, aos 26 anos, de ser um dos melhores jogadores da história. São 324 gols em 388 partidas oficiais pelo Barcelona, com a marca de 21 títulos conquistados, entre eles seis títulos espanhois, três Ligas dos Campeões e dois Mundiais de Clubes.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Espanhol

Líder do Campeonato Espanhol com 24 pontos, empatado com o Atlético de Madrid, o Barcelona, agora sob o comando de outro argentino, Gerardo Martino, tenta fazer com que Messi engorde suas estatísticas para quando completar dez anos de sua estreia. Um dos aliados para isso é brasileiro: o atacante Neymar, que costuma rasgar elogios ao companheiro: "Messi é um gênio."

Veja fotos da carreira de Lionel Messi:

Neymar e Messi entraram em campo em jogo do Barcelona com seus filhos. Foto: David Ramos/Getty ImagesMessi chega a tribunal em Gava, próximo a Barcelona. Ele foi acusado de evasão fiscal. Foto: Emilio Morenatti/APNeymar deu passe para gol de Messi, o segundo do Barcelona contra o Sevilla. Foto: ReutesPapa Francisco encontra Messi e Buffon antes de amistoso entre Argentina e Itália. Foto: L'Osservatore Romano/APMessi e Neymar conversam antes de jogo do Barcelona. Foto: APMessi tem tatuado na panturrilha as mãos e o nome de seu filho. Foto: David Ramos/Getty ImagesMessi com o primo Maxi Biancucchi, atacante do Vitória, no fim de 2012. Foto: Twitter/ReproduçãoO Barcelona de Messi faturou a Liga dos Campeões em cima do Manchester United em 2009. Foto: Getty ImagesDaniel Alves com Messi, Pelé e Neymar na festa dos melhores do ano da Fifa, em 2012. Foto: Scott Heavey/Getty ImagesEm 2010, a Inter de Milão de Lúcio passou pelo Barcelona de Messi. Foto: APMessi passou mal durante partida contra a Bolívia em La Paz. Foto: Juan Karita/APMessi tenta bicicleta em partida contra o Getafe, no Camp Nou. Foto: Getty ImagesMessi e Cristiano Ronaldo durante clássico entre Barcelona e Real Madrid. Foto: Getty ImagesO argentino Lionel Messi conquistou a Bola de Ouro da Fifa pela quarta vez consecutiva. Foto: ReutersMessi e Neymar se encontraram em dezembro de 2011, na final do Mundial. Foto: APAo lado de Eto'o, parceria vencedora com a camisa do Barcelona. Foto: Getty ImagesRobinho fez parceria com Messi em jogo beneficente. Foto: AFPEm férias na Argentina, Messi se encontra com Deco, ex-colega no Barcelona. Foto: Reprodução



Leia tudo sobre: messidecobarcelonaespanhafutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas