Cruzeiro acaba com desconfianças e vence Fluminense no Mineirão

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Com gol de Borges, time mineiro se reencontra com a vitória após duas derrotas e vai a 62 pontos no Campeonato Brasileiro

Se existia algum tipo de desconfiança em cima do Cruzeiro após as derrotas nas duas últimas partidas, ela acabou definitivamente nesta quarta-feira. O líder do Brasileirão recebeu o Fluminense no Mineirão e, depois de um início de jogo sem brilho, conseguiu impor o ritmo e venceu por 1 a 0.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

O gol do jogo foi anotado pelo atacante Borges, que aproveitou jogada de Ricardo Goulart para estufar as redes do Fluminense no Gigante da Pampulha. Com a vantagem no placar, o Cruzeiro passou a ter as rédeas do confronto, vencendo com autoridade. O time mineiro chegou aos 62 pontos com folga na ponta do Brasileirão, enquanto o Fluminense fica estacionado nos 35 pontos.

Veja fotos dos jogos desta rodada do Brasileirão

Julio Cesar em lance de Vitória x Botafogo. Foto: Felipe Oliveira/Agif/Gazeta PressRodrigo leva a melhor sobre Cris no jogo aéreo em Macaé. Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.brRafael Sobis tenta finalização ao gol do Cruzeiro. Foto: Bruno Haddad/Fluminense F.C.Borges comemora gol do Cruzeiro com Willian e Everton Ribeiro. Foto: Cristiane Mattos/Futura PressD'Alessandro encara a marcação de Arouca em ataque do Internacional. Foto: Lucas Baptista/Futura PressJogadores do São Paulo comemoram gol de Ganso no Morumbi. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressThiago Ribeiro domina a bola pelo Santos observado por Jakson, do Internacional. Foto: Léo Pinheiro/Futura PressAloísio arrisca chute ao gol do Náutico. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressDiego Tardelli se antecipa a Bruno Silva e domina a bola pelo Atlético-MG. Foto: Giuliano Gomes/Gazeta PressLuan e Maranhão apostam corrida durante o jogo entre Atlético-MG e Atlético-PR. Foto: Giuliano Gomes/Gazeta PressPaulinho encara marcação do Bahia. Foto: Alexandre Vidal/Fla ImagemFernandão faz passe para William Barbio em ataque do Bahia. Foto: Luciano Belford/Agência Eleven/Gazeta PressElias domina a bola pelo Flamengo no Maracanã. Foto: Alexandre Vidal/Fla ImagemLucas Coelho domina a bola em frente o zagueiro Cléber. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPABarcos encara a marcação de Gil. Foto: Luiz Munhoz/Fatopress/Gazeta PressRomarinho e Pará disputam a bola na Arena Grêmio. Foto: André Antunes/Futura PressUendel festeja com os companheiros após marcar gol da Ponte Preta. Foto: Rodrigo Villalba/Futura PressJúlio César recebe a bola e conduz ataque do Coritiba. Foto: Helio Suenaga/Gazeta PressRicardinho arrisca passe em ataque do Criciúma. Foto: Fernando Ribeiro/Futura PressJogadores da Portuguesa comemoram gol sobre o Criciúma. Foto: Fernando Ribeiro/Futura Press

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá compromisso contra o Coritiba, partida marcada para o próximo domingo, no estádio Couto Pereira. Já o Fluminense terá um dia a menos de preparação para receber a Ponte Preta, no Maracanã.

O jogo

O duelo no Mineirão começou de forma lenta, com as duas equipes se estudando bastante antes de buscar o ataque. Assim como São Paulo e Atlético-MG que marcaram bem as principias peças do Cruzeiro e se deram bem, o Fluminense também apostou nesta estratégia, e ainda tentou manter a posse de bola no campo ofensivo.

Durante a maior parte do tempo a tática usada deu resultados, mas o time carioca abusou do direito de errar passes, permitindo a saída em velocidade da Raposa, uma das principais características da equipe de Marcelo Oliveira. Com este cenário, o equilíbrio de ações ficou bem claro, mas com o apoio da torcida, o Cruzeiro foi ao poucos acertando o posicionamento e melhorando no jogo.

Cristiane Mattos/Futura Press
Borges comemora gol do Cruzeiro com Willian e Everton Ribeiro

Em uma jogada despretensiosa da Raposa, a equipe mineira acabou abrindo o placar no Mineirão e mudando a história do jogo. Aos 17, Ricardo Goulart iniciou jogada individual, mas ao perder o controle da bola, a zaga do Fluminense não fez o corte e brilhou a estrela de Borges, que recebeu livre e fuzilou o goleiro Kléver.

Com vantagem no placar, o futebol envolvente que a torcida do Cruzeiro se acostumou a ver no Brasileiro voltou a aparecer, com muita movimentação de atletas importantes como Ricardo Goulart, Willian e Everton Ribeiro. Percebendo o crescimento da equipe da casa, Vanderlei Luxemburgo pediu calma aos seus comandados e que eles não recuassem a as linhas de marcação.

Na prática, os atletas do Fluminense tentaram o possível para agredir o Cruzeiro, mas esbarraram nos próprios erros. Aos 31, os cariocas encaixaram uma boa trama ofensiva pela direita, que terminou com cruzamento perfeito para Samuel, que dentro da pequena área, desperdiçou uma chance incrível de empatar a partida, mandando sobre o travessão de Fábio.

Na volta para a etapa final, os visitantes tentaram sufocar os celestes, exercendo pressão em cima da Raposa. Com isso, o time carioca criou algumas chances de empatar, obrigando o Cruzeiro a ter atenção especial com a marcação. Marcelo Oliveira trocou Egídio, que gosta de apoiar o ataque, por Ceará, que defende melhor para conter os avanços do Tricolor pelas laterais do campo.

A substituição no time mineiro corrigiu os espaços excessivos que o Fluminense encontrava pela esquerda, com isso, os cruzeirenses voltaram a ter as rédeas da partida, criando boas chances de ampliar o marcador. Principal nome do jogo, Ricardo Goulart foi o responsável pela maioria das chances celestes.

Depois de passar vários minutos apenas assistindo ao jogo, o goleiro Fábio foi obrigado a trabalhar em cabeçada de Samuel, em um bom momento do Tricolor. Aos 31, a vida da Raposa ficou mais fácil no jogo com a expulsão de Rafael Sóbis, que recebeu o segundo amarelo e deixou o campo mais cedo. Em vantagem no número de atletas, o Cruzeiro administrou o resultado, mas tomou um susto aos 38 minutos, com Samuel perdendo mais uma oportunidade clara.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 16 de outubro de 2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Nadine Schramm Camara Bastos (SC)
Cartões amarelos: (Cruzeiro) Lucas Silva, Egídio, Nilton, Willian (Fluminense) Rafael Sobis, Rafinha, Rhayner
Cartões vermelhos: (Fluminense) Rafael Sobis e Felipe
Gol:
Cruzeiro: Borges, aos 17 minutos do primeiro tempo

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Léo, Bruno Rodrigo e Egídio (Ceará); Nilton, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian (Elber) e Borges (Dagoberto)
Técnico: Marcelo Oliveira

FLUMINENSE: Kléver, Gum, Edinho e Leandro Euzébio; Bruno, Jean, Wagner (Felipe), Rafinha (Rhayner) e Ailton (Igor Julião); Samuel e Rafael Sobis
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: cruzeirofluminensebrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas