Potita marca no fim e evita derrota da Chapecoense em casa para o Ceará

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Gol do atacante aos 47 minutos faz vice-líderes da Série B chegarem a 57 pontos, 11 a mais que os cearenses

Dona de campanha invejável como mandante e embalada por quatro jogos de invencibilidade, a Chapecoense recebeu o Ceará nesta terça-feira pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e deu um susto na torcida que lotou a Arena Condá. Os cearenses silenciaram o estádio ao saírem na frente, mas levaram o empate dos vice-líderes já nos acréscimos em Chapecó.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Os catarinenses controlaram a partida com autoridade na posse de bola, mas não conseguiram encontrar espaços na defesa nordestina. Quando achou, foi Tiago Luís e não Bruno quem teve a chance de finalizar. Do lado alvinegro, Diogo Orlando saiu do banco para substituir o artilheiro Magno Alves e marcou aos 30 minutos do segundo tempo. Somente aos 47 o atacante Potita, que entrou no lugar de Athos, deixou tudo igual e levou os alviverdes aos 57 pontos, contra 46 do Vozão.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B

Na próxima rodada, a 31ª da competição nacional, o Ceará reencontra o torcedor na Arena Castelão para encarar o América-MG. O jogo em Fortaleza está marcado para as 21h50 (de Brasília) de sexta-feira. Já no sábado e às 16h20, a Chapecoense volta a atuar como mandante e recebe o Sport para tentar abrir ainda mais vantagem na vice-liderança.

FICHA TÉCNICA - CHAPECOENSE 1 X 1 CEARÁ
Local:
Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 15 de outubro de 2013, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral (SP)
Assistentes: Vitor Carmona Metestaine e Daniel Luis Marques (ambos de SP)
Cartões amarelos: Paulinho Dias (Chapecoense); Rafinha e João Marcos (Ceará)

Gols:
CHAPECOENSE: Potita, aos 47 minutos do segundo tempo
CEARÁ: Diogo Orlando, aos 30 minutos do segundo tempo

CHAPECOENSE: Nivaldo; Murilo, Rafael Lima, Dão (Rodrigo Gral) e Fabinho Gaúcho; Wanderson, Paulinho Dias, Augusto (Diego Felipe) e Athos (Potita); Tiago Luis e Bruno Rangel
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

CEARÁ: Fernando Henrique; Marcos, Gustavo, Potiguar (Diego Ivo) e Vicente; João Marcos, Ricardinho e Dinélson (Rafinha); Magno Alves (Diogo Orlando), Mota e Léo Gamalho
Técnico: Sérgio Soares

Leia tudo sobre: chapecoensecearásérie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas