Intocável na lateral tricolor, Reinaldo fará 24º jogo seguido

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

De última opção do setor, o acanhado e desconhecido lateral esquerdo se tornou intocável e será novamente titular do São Paulo diante do Náutico

Gazeta Press
Reinaldo se firmou na lateral esquerda do São Paulo

Pelo contrato sem pompa no meio do ano, surpreende a longevidade de Reinaldo como titular do São Paulo. De última opção do setor, o acanhado e desconhecido lateral esquerdo se tornou intocável e, diante do Náutico, nesta quarta-feira, ele fará sua 24ª partida seguida.

Confira classificação completa, artilharia e notícias do Brasileirão 2013

Em função do desfalque de Paulo Miranda pelo terceiro cartão amarelo, o compromisso no Morumbi também o tornará o único atleta do elenco, além do volante Rodrigo Caio, a participar de todos os jogos sob comando de Muricy Ramalho. O zagueiro era o único que, a seu lado, vinha atuando sempre com o treinador que sucedeu Paulo Autuori.

Foi com Autuori que Reinaldo teve a oportunidade de mostrar serviço. Embora tenha estreado em amistoso contra o Flamengo, quando Ney Franco ainda dirigia a equipe, foi o antecessor de Muricy quem entregou a posição ao lateral esquerdo, em 28 de julho, no clássico do primeiro turno contra o Corinthians, às vésperas da excursão pelo exterior.

De lá para cá, ele não foi desfalque nenhuma vez, convencendo também Muricy. "Acredito que, no dia a dia e no trabalho, venho mostrando com determinação que posso permanecer na equipe. Por isso, ele tem confiado bastante em mim. Dentro de campo, tento dar o meu melhor para continuar ajudando o treinador e a equipe", disse o jogador.

Como Thiago Carleto deve retornar apenas no ano que vem, Clemente Rodríguez é o único reserva do setor. O argentino, no entanto, não confirmou a expectativa de resolver os problemas da lateral esquerda e disputou apenas três partidas com a camisa 6 tricolor, tendo sido expulso na estreia.

Já Reinaldo tem conseguido se adaptar a todo tipo de situação ou desenho tático. "Seja com dois ou três zagueiros, ele (Muricy) sempre pede para eu fazer bem a minha função. Pede para eu atacar e venho fazendo bem isso. Não importa o esquema tático, quero mostrar o meu trabalho nos jogos e continuar com essa confiança", falou.

Leia tudo sobre: são pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas