Por reabilitação na tabela, Internacional recebe o Náutico em Caxias do Sul

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Clube gaúcho quer aproveitar o confronto com o pior time do Brasileirão para melhorar sua sequência de jogos no torneio

Divulgação/Internacional
O técnico Clemer conversa com os jogadores do Inter, no último treino antes do jogo contra o Náutico

Com cinco derrotas nos últimos seis jogos, o Internacional entra em campo mais uma vez pressionado. Depois de derrotar o Fluminense, a equipe do interino Clemer perdeu para o Flamengo na última quinta, no Rio, e entra com a obrigação do resultado positivo neste domingo. O adversário será o lanterna Náutico, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A derrota para o Flamengo manteve o Inter com 37 pontos. Embora todos no Beira-Ro falem ainda em G4, a distância hoje é menor para a zona do rebaixamento que para a da Libertadores. Oito pontos separam os gaúchos do Atlético-PR, e a apenas cinco de distância para o Vasco, o primeiro time que estaria sendo rebaixado.

Apesar disso, o discurso no Beira-Rio ainda é o de tentar uma vaga entre os quatro primeiros colocados: "no meu ponto de vista, ainda estamos buscando a ponta de cima. Tem muito campeonato pela frente e ainda dá para chegar ao G4", afirmou o lateral direito Gabriel, na chegada colorada a Porto Alegre após a derrota no Rio de Janeiro.

Confira a classifcação atualizada, artilharia e notícias do Brasileirão

Na partida deste domingo, Clemer deve enfim contar com um de seus titulares no ataque: Scocco. Recuperado de lesão, o argentino é tido pelo interino como dono da segunda função do ataque, ao lado de Leandro Damião. Com isso, a tendência é que o esquema 4-2-3-1 dos últimos dois jogos seja deixado de lado em favor de um 4-4-2. Caio é o favorito para deixar a equipe.

Duas mudanças ocorrem no sistema defensivo. Na lateral esquerda, Fabrício, que foi muito mal diante do Flamengo, dará lugar ao veterano Kleber. Já o volante Ygor, com lesão no tendão da patela, não deve ter condições de atuar. Aírton deve ser o primeiro volante, atuando ao lado de Willians.

Apesar do favoritismo óbvio devido à má campanha do Náutico, todos no Internacional respeitam muito o time pernambucano. Há dois motivos para este cuidado: a recente recuperação do Timbu no campeonato (embora a equipe venha de duas derrotas) e o duelo do primeiro turno, quando o Colorado foi à Arena Pernambuco e levou uma surpreendente goleada de 3 a 0.

Simone Vilar/Divulgação/Náutico
Marcelo Martelotte reclamou muito de sua equipe após a derrota para o Botafogo

O técnico Marcelo Martelotte não poupou críticas à sua equipe após a derrota por 3 a 1 sofrida para o Botafogo, de virada, na última quarta-feira: "Esse foi o pior dos últimos jogos. Em nenhum momento fomos superiores ao Botafogo. Em termos de aproveitamento, e tanto em passes como em finalizações, fomos muito mal e acabamos dominados o jogo inteiro", reclamou.

A situação do Náutico é delicadíssima. Com apenas 17 pontos, a equipe está 16 longe do São Paulo, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Para chegar aos 45 pontos, tidos como suficientes para escapar da queda, seriam necessários 28 pontos nos últimos 11 jogos, o equivalente a nove vitórias, um empate e uma derrota, com 85% de aproveitamento.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X NÁUTICO

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Data: 13 de outubro de 2013, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Eberval Lodetti (MG) e Gean Carlos Menezes de Oliveira (RR)

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Kleber; Aírton, Willians, Otávio e D’Alessandro; Scocco e Leandro Damião
Técnico: Clemer

NÁUTICO: Ricardo Berna; Maranhão, João Filipe, William Alves e Bruno Collaço; Derley, Elicarlos, Martinez e Morales; Maikon Leite e Hugo
Técnico: Marcelo Martelotte

* Com Gazeta Esportiva
Leia tudo sobre: InternacionalNáuticoBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas