Grêmio reclama da arbitragem após empate com o Fluminense

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Para Renato Gaúcho, dar impedimento em gol de Kleber foi uma falha infantil. Já diretor de futebol esbravejou mais: "Erro crasso e inadmissível"

Ricardo Ayres/Photocamera
Biro-Biro e Pará em lance de Fluminense x Grêmio no Maracanã

Pelo segundo jogo seguido no Campeonato Brasileiro, o Grêmio acabou sendo prejudicado por um erro de arbitragem. Se na derrota para o Criciúma os homens de preto ignoraram um pênalti sobre Zé Roberto, no empate com o Fluminense um impedimento de Kleber assinalado quando o Gladiador partiu de seu próprio campo irritou de vez o treinador e os dirigentes gremistas. O clube não descarta enviar uma reclamação formal à CBF por conta dos equívocos.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"Queria das os parabéns ao Alício Pena Júnior pela condução do jogo. Eu sempre digo aqui que errar é humano, mas o auxiliar não poderia ter cometido o erro que cometeu. O Kleber saiu do campo do Grêmio, e nestes casos não existe impedimento. Foi um erro infantil", afirmou o técnico Renato Gaúcho, que gostou da atuação gremista e classificou o gol de Sobis, que deu o empate ao Flu aos 45 do segundo tempo, de "espírita".

Leia mais: Sóbis marca no fim e Fluminense arranca empate contra o Grêmio no Maracanã

O diretor de futebol Rui Costa também esbravejou contra o erro cometido pelo auxiliar Herman Vani: "foi um erro crasso, inadmissível. Nossa avaliação é a de que o Grêmio tem sido prejudicado em jogos importantes, em lances sempre dos auxiliares, que sofrem muita pressão. Não sei se é coincidência ou não, o que sei é que são erros de interpretação, são equívocos conceituais. Nós vamos tomar todas as providências necessárias para atender aos interesses do Grêmio, nem que seja encaminharmos um ofício à CBF", esbravejou o dirigente.

Veja a classificação, tabela de jogos, notícias e artilharia do Campeonato Brasileiro

Costa minimizou erros recentes que beneficiaram o Grêmio, como um pênalti não marcado a favor do São Paulo (Kleber colocou o braço na bola) e um gol mal anulado do Santos na Arena. "Estes erros ocorreram em lances mais difíceis, onde seria preciso usar o recurso do replay para o árbitro acertar. Estes em que o Grêmio foi prejudicado foram bisonhos. Uma criança de seis anos sabe que sair do seu próprio campo não configura impedimento", completou.

O empate contra o Fluminense pode custar a vice-liderança gremista ao final da 28ª rodada. Isso pode ocorrer caso o Botafogo vença o Flamengo neste domingo. Com 49 pontos, o Grêmio segue a dez do líder Cruzeiro. O próximo compromisso é quarta, na Arena, contra o Corinthians.

Leia tudo sobre: GrêmioRenato GaúchoRui Costaarbitragembrasileirao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas