Com efeito suspensivo, Willians volta a ficar à disposição de Silas

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Meia-atacante cumpriu três jogos de suspensão e poderá reforçar o América-MG no jogo contra o Sport

Divulgação/América-MG
Silas orienta Willians em treino do América-MG

O América-MG ainda mantém chances de chegar ao G4 da Série B, mas para isso, o time mineiro precisa somar pontos fora de casa e reencontrar o caminho das vitórias atuando no Horto. Para o compromisso da próxima terça-feira, contra o Sport, o técnico Silas poderá contar com o time mais forte, isso porque, o meia-atacante Willian volta a ficar à disposição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Willians ficou três jogos fora do time cumprindo suspensão imposta pelo STJD. O atleta diz que o período afastado serviu para ele se preparar e refletir pelo erro cometido. "Acabei fazendo uma besteira no jogo e fui punido. Foi um aprendizado. Estava com saudade de estar novamente à disposição do professor Silas. Vinha me dedicando ao máximo aos treinos e espero voltar bem, para conseguirmos a vitória, porque tivemos dois resultados ruins em casa. Portanto, esses dois próximos jogos serão importantes", afirmou.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias da Série B do Brasileiro

Willians se envolveu em um tumulto com o atacante Alan Kardec, do Palmeiras, e acabou suspenso por seis partidas através de denúncia da procuradoria do STJD. "Tenho seis anos de profissão e nunca tinha tido feito aquilo. Fiquei muito triste com minha atitude. O jogo foi no sábado e liguei na segunda-feira para pedir desculpas ao Alan Kardec. Ele me disse para ficar tranquilo. Todos sabem que não sou assim e ele aceitou as desculpas e deu paz ao meu coração", explicou Willians, que cuspiu no jogador palmeirense.

O jogador recomenda muita paciência à equipe nesta reta final de competição, e mantém a confiança no acesso do Coelho. "Sei que o torcedor quer a equipe no G4 e nos também. Mas temos que ter paciência, porque na hora que entrarmos não vamos sair mais. A paciência é a palavra chave. Sabemos que o grupo é forte e tem condições de chegar. Além disso, teremos confronto direto e, se vencermos, vamos entrar no G4", disse.

Leia tudo sobre: América-MGWilliansSérie B

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas