Tamanho do texto

Grêmio reclamou de erro da arbitragem nos minutos finais antes do gol que decretou o 1 a 1

Rafael Sóbis comemora o gol de empate do Fluminense contra o Grêmio
Ricardo Ayres/Photocamera
Rafael Sóbis comemora o gol de empate do Fluminense contra o Grêmio

Um gol de Rafael Sóbis aos 45 minutos do segundo tempo evitou que o Fluminense sofresse a terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro. Na partida disputada na noite deste sábado, no Maracanã, o Grêmio saiu na frente com um gol de Bressan, na primeira etapa, mas não conseguiu evitar que o Tricolor das Laranjeiras, com um jogador a menos, chegasse ao empate no final da partida.

Deixe seu comentário para esta notícia

O resultado fez o Fluminense chegar aos 35 pontos ganhos e ocupar a 13ª posição. O Grêmio segue na segunda colocação com 49 pontos ganhos. Na próxima rodada, o Fluminense enfrentará o Cruzeiro no Mineirão. O Grêmio receberá o Corinthians na Arena, em Porto Alegre.

Veja a classificação, tabela de jogos, notícias e artilharia do Campeonato Brasileiro

O jogo
Os dois times começaram a partida com muita cautela. O Fluminense, que improvisava o volante Rafinha na lateral esquerda, mantinha o volante Edinho muito recuado para que Anderson fizesse a cobertura do lado esquerdo. O Grêmio, além de três zagueiros, também contava com três volantes, deixando Kléber e Barcos isolados na frente.

Aos seis minutos, o primeiro momento de emoção. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Alex Telles, do lado esquerdo, e o cruzamento do lateral encontrou Bressan na área, mas o zagueiro cabeceou para fora. O primeiro ataque da equipe carioca aconteceu aos oito minutos, mas Rafael Sóbis "furou" e não conseguiu aproveitar o cruzamento de Bruno que foi ajeitado, de cabeça, por Biro Biro. Os dois times tocavam a bola sem muita objetividade e as defesas levavam vantagem com facilidade. Aos 15 minutos, o volante Jean arriscou, da intermediária, e Marcelo Grohe defendeu sem problemas.

Bressan comemora o gol do Grêmio contra o Fluminense no Maracanã
Pedro Martins/Agif/Gazeta Press
Bressan comemora o gol do Grêmio contra o Fluminense no Maracanã

O Grêmio aumentou a pressão e, aos 21 minutos, Souza recebeu passe de Barcos e mandou a bomba, de perna esquerda, que se chocou com o travessão defendido por Kléver. Três minutos depois, o goleiro tricolor apareceu bem ao defender cabeçada de Barcos. O atacante argentino desviou cruzamento fechado de Pará e quase complicou a vida de Kléver. O Fluminense enfrentava dificuldades para segurar as investidas gremistas e recorria às faltas para interromper as jogadas. Em curto espaço de tempo, Biro Biro e Edinho foram advertidos com o cartão amarelo.

O primeiro lance de real perigo criado pelo ataque da equipe carioca só aconteceu aos 33 minutos. Biro Biro cruzou da direita, a zaga gaúcha se atrapalhou e a bola sobrou para Jean que chutou sem direção e a bola acabou desviada, de cabeça, por Wagner, mas Marcelo Grohe conseguiu fazer a defesa.

A jogada animou a equipe dirigida por Vanderlei Luxemburgo e, aos 35 minutos, após cruzamento de Wagner, Jean apareceu entre os zagueiros e cabeceou, mas Marcelo Grohe fez uma defesa segura. Aos 35 minutos, o Grêmio abriu o marcador. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Bressan subiu mais do que a zaga tricolor e cabeceou. A bola bateu na trave direita e voltou para o jogador gremista que não teve trabalho para colocar a bola nas redes.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com o meia Felipe no lugar do zagueiro Anderson, desfazendo o esquema utilizado no primeiro tempo. Edinho passou a formar a dupla de zaga com Gum. O Fluminense começou a segunda etapa no ataque, tentando imprensar o adversário. Aos seis minutos, Bruno avançou e chutou. A bola desviou na zaga e facilitou a defesa de Marcelo Grohe. O Grêmio não conseguia fazer com que Barcos e Kléber recebessem lançamentos e se limitar a tentar destruir as investidas da equipe carioca. Só aos nove minutos é que a equipe comandada por Renato Gaúcho chegou na área, mas o zagueiro Gum impediu que o cruzamento de Pará chegasse ao atacantes Barcos, na grande área.

O Fluminense continuava com mais posse de bola, mas encontrava dificuldades para furar o bloqueio armado pela equipe gaúcha. Para dar mais agressividade ao time, Vanderlei Luxemburgo trocou o meia Wagner pelo atacante Marcos Junior. Logo depois, Bruno saiu para dar lugar a Ailton. Aos 21 minutos, Rafael Sóbis cobrou escanteio, Rhodolfo cortou e a bola voltou para Sóbis que tentou a conclusão, mas foi desarmado, outra vez, pelo zagueiro gaúcho. Logo depois , Marcos Junior caiu na área e a torcida pediu a marcação de um pênalti, mas o árbitro mandou a jogada seguir.

A situação do Tricolor carioca se complicou aos 28 minutos quando o atacante Biro Biro recebeu o segundo cartão amarelo, por simulação, e deixou sua equipe com dez jogadores. Com um jogador a mais, o Grêmio passou a ter mais facilidade para administrar o resultado, sem abrir espaços na defesa. Aos 45 minutos, o Fluminense chegou ao empate em jogada individual de Rafael Sóbis que invadiu, pela esquerda, e bateu. A bola desviou em Rodolpho e foi morrer nas redes de Marcelo Grohe, definindo o resultado da partida.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 1 GRÊMIO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de outubro de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Público: 13.251 pagantes
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Assistentes: Bruno Boschilla (PR) e Herman Vani (SP)
Cartão Amarelo: Biro Biro, Edinho, Wagner(Flu); Ramiro, Saimon, Bressan e Kléber(Flu)
Cartão Vermelho: Biro Biro(Flu)

Gols:
FLUMINENSE: Rafael Sóbis aos 45 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Bressan aos 37 minutos do primeiro tempo

FLUMINENSE: Kléver; Rafinha, Gum, Anderson(Felipe) e Bruno(Ailton); Edinho, Diguinho, Jean e Wágner(Marcos Junior); Biro Biro e Rafael Sóbis
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Saimon, Rhodolfo e Bressan; Pará, Adriano(Matheus Biteco), Souza, Ramiro(Elano) e Alex Telles(Wendell); Kléber e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.