"Começamos a ter sorte novamente", diz Jadson sobre fase do São Paulo

Por Pedro Taveira - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Meia, que deverá voltar a ser titular no clássico contra o Corinthians, falou que lance perdido por cruzeirense Willian no Mineirão é sinal de que as coisas começaram a melhorar para time

Mineirão, quarta-feira passada. O São Paulo enfrentava o líder Cruzeiro pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida estava empatada em 0 a 0 quando o atacante Willian perdeu chance incrível de abrir o placar para o time da casa. Após rebote de Denis, ele apareceu na pequena área com o gol e chutou na trave. O lance poderia encaminhar mais uma vitória dos cruzeirenses, mas os visitantes venceram por 2 a 0. Para o meia Jadson, um exemplo claro de que a sorte tricolor começou a mudar na competição.

Acha que o São Paulo consegue derrotar o Corinthians no domingo? Deixe seu comentário

“Futebol, às vezes, além de você trabalhar e se dedicar dentro de campo, precisa de um pouco de sorte. Nossa equipe podia estar batalhando, correndo, se dedicando dentro de campo, mas a sorte não estava do nosso lado. E nos últimos jogos a sorte começou a voltar”, falou Jadson ao iG Esporte.

Futura Press
Willian perdeu gol sem goleiro quando partida entre Cruzeiro e São Paulo ainda estava em 0 a 0

“Por exemplo, nesse jogo do Cruzeiro o Willian saiu cara a cara, sem goleiro, sem nada e chutou na trave. Quando a fase está ruim a bola entra. Acho que, além de dar o melhor dentro de campo, você precisa ter um pouquinho de sorte. E nossa equipe começou a ter novamente”, completou o meia.

camisa 10 não entrou em campo nos dois últimos triunfos do São Paulo, diante do Vitória e dos cruzeirenses. Com a suspensão de Paulo Henrique Ganso, deverá ter nova oportunidade entre os titulares neste domingo, no clássico contra o Corinthians em casa, no Morumbi. Estádio que vem sendo ingrato com o clube neste Brasileirão – foram sete derrotas em 12 jogos. E má fase que o atleta não sabe explicar.

“É complicado dizer. Tem partidas que nossa equipe jogou melhor que os outros times que foram ao Morumbi e em dois, três lances eles conseguiram fazer um gol. Depois ficaram todos lá atrás e nossa equipe não conseguiu fazer os gols. Acho que isso acabou pesando”, falou Jadson, que não vê o 16º lugar na tabela como justo para o time tricolor.

“O elenco é qualificado. Acho que foi um momento que nossa equipe passou que ninguém estava esperando. Nem nós mesmos. A bola não estava entrando, as vitorias não estavam vindo. Foi um primeiro turno muito difícil pra gente, mas temos que esquecer isso aí e nos livrar da zona de rebaixamento”, afirmou o meia.

Lucas Baptista/Futura Press
Jadson esteve em campo pela última vez na derrota do São Paulo por 3 a 0 para o Santos

Com 33 pontos, o São Paulo irá ultrapassar o Corinthians, atual décimo colocado, se vencer o clássico no Morumbi. E é a chance de Jadson se reafirmar entre os titulares depois de iniciar a temporada como o principal jogador da equipe.

“O começo de ano foi especial, tive chance de ir pra seleção, Copa das Confederações. Agora no segundo semestre... No primeiro semestre a bola estava sobrando, né. Batia, sobrava e eu fazia o gol. Eu chutava e fazia. Agora no segundo está meio complicado. Mas eu estou trabalhando firme pra mudar essa situação”, finalizou o camisa 10.

Leia tudo sobre: são paulojadsonigspbrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas