Vacilo em bola aérea incomoda Fluminense após derrota na Ressacada

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Gol de cabeça de Cris decretou a derrota dos tricolores no clássico carioca disputado em Florianópolis

O Fluminense dominou a posse de bola durante todo o primeiro tempo na Ressacada, mas foi para o intervalo derrotado pelo Vasco da Gama com gol de cabeça de Cris. A pressão aumento na etapa complementar, mas o 1 a 0 se manteve no placar para desespero dos tricolores, irritados com o descuido defensivo logo no início do clássico.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Os vascaínos abriram o placar na capital catarinense aos 11 minutos de jogo, lance de bola parada pela meia direita. O volante Fillipe Soutto cobrou falta no miolo de zaga do Flu, que apenas assistiu ao salto do veterano Cris. O beque cabeceou no canto direito e deixou o jovem Kléver, substituto de Diego Cavalieri, vendido. "Infelizmente o ele foi mais rápido e fez o gol", explicou o goleiro.

Veja fotos dos jogos da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Leo Moura comemora seu gol no Maracanã na vitória por 2 a 1 sobre o Inter. Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto/Gazeta PressWalter marcou o segundo gol do Goiás na vitória por 2 a 1 sobre a Portuguesa no Canindé. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressElano domina a bola no ataque do Grêmio. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPAJogadores do Criciúma comemoram gol de Wellington Paulista. Foto: Itamar Aguiar/Futura PressJulio Cesar comemora seu gol diante do Santos. Foto: Giuliano Gomes/Gazeta PressAranha, goleiro do Santos, vê tentativa de bicicleta de Alex em ataque do Coritiba. Foto: Heuler Andrey/ Agif/Gazeta PressRosinei tenta dominar a bola pelo Atlético-MG contra a Ponte Preta. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressWilliam comemora gol da Ponte Preta sobre o Atlético-MG. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressCris comemora gol da vitória do Vasco no clássico carioca. Foto: Petra Mafalda/Mafalda Press/Gazeta PressBiro Biro, atacante do Fluminense, protege a bola da marcação de Fagner. Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.Seedorf encara marcação do Náutico em ataque do Botafogo. Foto: Matheus Britto/AImagem/Futura PressJogadores do Botafogo comemoram gol sobre o Náutico. Foto: Matheus Britto/AImagem/Futura PressEverton Ribeiro encara a marcação de Weligton em ataque do Cruzeiro. Foto: Paulo Fonseca/Futura PressDouglas comemora gol do São Paulo no Mineirão. Foto: Cristiane Mattos/Futura PressEmerson e Romarinho, do Corinthians, disputam a bola com Manoel, zagueiro do Atlético-PR. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressJoão Paulo, do Atlético-PR, entra em dividida com Guilherme, do Corinthians. Foto: Mauro Horita/ Agif/Gazeta PressFernandão comemora gol do Bahia no clássico. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressMichel, do Vitória, e Fabricio Lusa, do Bahia, disputam a bola. Foto: EDSON RUIZ / Gazeta Press


"Nossa desatenção foi evidente no primeiro gol, mas depois eles não quiseram mais jogar. Agora é trabalhar pensando na próxima rodada", disparou sem meias palavras Leandro Euzébio, que no intervalo da partida também reclamou do excesso de faltas assinaladas pelo árbitro Wagner do Nascimento Magalhães. O defensor, inclusive, recebeu o terceiro amarelo e não enfrenta o Grêmio no sábado, às 18h30 (de Brasília) no Maracanã.

"Em bola parada, para sair gol, tem que ter falha de alguém, em uma movimentação ou no posicionamento. Nós treinamos bastante, mas acontece. Vamos estudar esse lance, como é feito em todos os jogos, ver os erros que houve, e tentar arrumar", alertou o auxiliar Júnior Lopes, que comandou a equipe devido à suspensão de Vanderlei Luxemburgo.

Para o meia Felipe, que entrou no intervalo da partida na vaga do garoto Igor Julião, a falta de atenção nos minutos iniciais castigaram o time das Laranjeiras em Santa Catarina. "Sabíamos que era um jogo crucial, que seria decidido em detalhes. E demos mole na bola parada. Aí fica duro de correr atrás em um clássico", condenou.

Leia tudo sobre: fluminensebrasileirao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas