Tamanho do texto

Com gol e assistência, lateral-direito foi o destaque dos cariocas, que chegam ao sétimo lugar no Brasileirão

Depois que Jayme de Almeida assumiu a direção técnica, o Flamengo passou a colecionar bons resultados no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira, no Maracanã, derrotou o Internacional, por 2 a 1, gols marcados por Léo Moura e Hernane, um em cada tempo. Rafael Moura descontou.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

O resultado fez o Flamengo dar um salto na tabela de classificação e agora ocupa a sétima posição, com 37 pontos. O Inter tem a mesma pontuação, mas caiu para a oitava colocação pelos critérios de desempate.

Veja fotos dos jogos da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro:

A vitória do Flamengo acabou sendo justa pela maior objetividade demonstrada durante os 90 minutos. O time soube aproveitar as oportunidades que apareceram, enquanto o Inter mostrou muitas falhas nas finalizações e acabou castigado, sofrendo mais uma derrota.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Botafogo, no Maracanã. O Internacional receberá o Náutico, no Centenário.

O jogo

Empurrado pela torcida, o Flamengo tentou pressionar o time gaúcho desde os primeiros minutos, mas o Inter, bem armado na defesa, bloqueava as tentativas. Só aos oito minutos é que o Fla conseguiu armar uma boa jogada. João Paulo foi lançado pela esquerda e cruzou para a penetração de Ernane, mas Fabrício se antecipou e evitou a conclusão do atacante.

O Inter ficava mais tempo com a bola, mas se limitava a trocar passes laterais, sem qualquer objetividade.

Aos 14 minutos, Léo Moura, que estava com a bola dominada, errou e perdeu para Otávio. O meia da equipe gaúcha investiu e chutou rasteiro, mas Felipe fez uma defesa segura.

Jogadores do Chicago Bulls foram ao Maracanã ver Flamengo x Internacional
Agif
Jogadores do Chicago Bulls foram ao Maracanã ver Flamengo x Internacional

A resposta do Flamengo veio dois minutos depois. Elias bateu falta, tocando rápido para Paulinho que penetrou pela direita e chutou cruzado, mas a bola bateu nas redes, pelo lado de fora. Os dois times seguiam errando muitos passes no meio campo e não conseguiam criar situações de perigo, tornando a partida muito monótona.

Aos 20 minutos foi a vez de o zagueiro Chicão falhar, de forma bisonha, Otávio se aproveitou e bateu para o gol, Felipe fez grande defesa, espalmando a bola e impedindo o primeiro gol do Inter.

Mesmo sem jogar bem, o Flamengo marcou o primeiro gol, aos 28 minutos. Paulinho recebeu na direita, cruzou para área. Elias fez o corta-luz, iludindo a defesa colorada e Leonardo Moura entrou livre para chutar e colocar a bola nas redes de Muriel.

Depois de sofrer o gol, o Internacional adiantou seus jogadores do meio campo e passou a pressionar em busca do gol de empate. Aos 32 minutos, D'Alessandro cobrou escanteio e Fabrício subiu bem, mas cabeceou sem perigo, No minuto seguinte, foi a vez de Willians cruzar para a entrada de Leandro Damião, mas o goleiro Felipe se antecipou e, de soco, afastou o perigo da sua área.

O time da Gávea passou a administrar a vantagem e quase chegou ao segundo gol, aos 39 minutos, quando João Paulo se projetou ao ataque e arriscou de fora da área, obrigando Muriel a se esticar todo para fazer a defesa.

Nos minutos finais da primeira etapa, a equipe carioca preferiu prender a bola para evitar que o adversário tomasse a iniciativa do jogo. O objetivo foi alcançado porque o time visitante não conseguiu criar mais nenhuma jogada de perigo até o encerramento do primeiro tempo.

Os dois times voltaram sem alterações para o segundo tempo. E o Inter, que retornou mais agressivo, teve uma chance para empatar, logo aos três minutos. Após cobrança de escanteio, o goleiro Felipe falhou ao tentar a defesa e soltou a bola nos pés de Jackson, mas o zagueiro gaúcho não conseguiu fazer a conclusão.O Flamengo parecia mais preocupado em administrar a vantagem e pouco se arriscava no ataque. Hernane, muito isolado, quase não tocava na bola. Só aos dez minutos é que o time carioca chegou na área, através de jogada de Elias que iludiu a marcação, mas o cruzamento acabou bloqueado pela zaga gaúcha.

Os dois times continuavam cometendo muitos erros de passes, principalmente o Internacional que não conseguia ser objetivo na construção de jogadas ofensivas. Como já tinha a vantagem, o Flamengo apenas em se preocupava em bloquear as investidas do adversário. Aos 17 minutos, o goleiro Felipe apareceu muito bem para espalmar um chute perigoso de Leandro Damião, evitando o gol de empate.

Depois do susto, o Flamengo voltou ao ataque e acabou marcando o segundo gol, aos 26 minutos. Léo Moura recebeu na direita e cruzou para Hernane se antecipar aos zagueiros e tocar para marcar o seu 11º gol na competição.

O Inter desanimou e só foi aparecer na área rubro-negra aos 33 minutos, mas a cabeçada de Alex Santana encobriu o gol defendido por Felipe.

Clemer trocou Caio por Rafael Moura e, na primeira intervenção, aos 36 minutos, o He-Man marcou o primeiro gol da sua equipe. D'Alessandro levantou na área e Rafael Moura subiu mais do que Chicão e colocou nas redes de Felipe.

Os minutos finais foram marcados por intensa pressão do Inter, em busca do gol do empate, mas o Flamengo soube se defender bem e garantir a vitória. No último lance importante da partida, Felipe fez grande defesa em chute de Gabriel e garantiu a vitória.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 X 1 INTERNACIONAL

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10 de outubro de 2013, quinta-feira
Horário: 21 horas(de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Danilo Manis (SP)
Cartão Amarelo: Chicão(Fla); Willians, Jackson(Inter)
Gols:
FLAMENGO: Léo Moura aos 28 minutos do primeiro tempo; Hernane aos 26 minutos do segundo tempo
INTER: Rafael Moura, aos 36 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Frauches(Fernando), Chicão e João Paulo; Amaral, Luiz Antonio, Elias e André Santos; Paulinho e Hernane(Val)
Técnico: Jayme de Almeida

INTERNACONAL: Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Fabrício; Ygor, Willians, D’Alessandro e Otávio(Alex Santana); Caio(Rafael Moura) e Leandro Damião.
Técnico: Clemer


* Com Gazeta Esportiva