Kleina se conforma com a possibilidade de sair do Palmeiras em 2014

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Apesar do desejo de permanecer no clube, treinador já está preparado para uma eventual despedida mesmo em caso de título da Série B

O técnico Gilson Kleina tenta não se abater com a possibilidade de deixar o Palmeiras em 2014, mesmo se confirmar o acesso à Série A e o título da Série B desta temporada. Nesta quinta-feira, o profissional que tem contrato até o final do ano voltou a desconversar sobre o assunto.

"No momento certo, com a equipe subindo de divisão, podemos até conversar sobre isso. Não existindo essa conversa, vou acatar, respeitar", conformou-se Kleina, mas sem desistir da renovação contratual. "É claro que a gente quer dar continuidade ao trabalho."

Apesar do seu desejo, o treinador já está preparado para uma eventual despedida do Palmeiras. "O futuro fica incerto para o clube para mim. Se não houver renovação, é claro que precisarei me posicionar no mercado, enquanto o Palmeiras necessita iniciar o seu planejamento. Sei o patamar que atingi junto com o time, trabalhando sempre com seriedade", disse.

Após as divagações, Kleina recobrou o seu discurso ainda mais comedido. Afinal, será a diretoria palmeirense que tomará a decisão de seguir com ele no comando da equipe ou trazer alguém mais rodado para a temporada do centenário. "Algumas coisas não dependem de mim. Não vou ficar legislando em causa própria".

Por enquanto, Kleina e o Palmeiras preferem evitar os planos para o futuro. O objetivo é ratificar logo o retorno à Série A e o título da segunda divisão. "O mais importante é o calendário de 2014 passar por nós em 2013. Temos a responsabilidade de resgatar o orgulho do palmeirense", priorizou.

"Tirar o Parque Artártica das costas"

Gilson Kleina garante que "ninguém está eufórico" com a proximidade de o Palmeiras ratificar o seu retorno há Série A do Campeonato Brasileiro. Ele mesmo, no entanto, não consegue parar de imaginar o dia do acesso.

"Vou tirar o Parque Antártica das costas. Fico pensando e vem à minha cabeça que o grande momento está chegando. Porque será um grande momento, por mais que alguém queira diminuir isso", disse o treinador.

Leia tudo sobre: Palmeirassérie bigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas