Após triunfo em BH, Juvenal admite 'sabor especial' em ultrapassar o Corinthians

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Animado com a vitória de 2 a 0 sobre o Cruzeiro, presidente do São Paulo mostrou bom humor ao comentar a chance de deixar o rival para trás na tabela do Brasileirão

Sem conceder entrevista coletiva há três meses, Juvenal Juvêncio voltou a falar na tarde desta quinta-feira, no retorno da delegação do São Paulo após a vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, em Belo Horizonte. Mesmo rapidamente, o presidente mostrou sua habitual irreverência quando questionado sobre a possibilidade de ultrapassar o Corinthians em caso de vitória no clássico de domingo, no Morumbi.

Deixei seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Veja fotos da campanha do São Paulo no Brasileirão

Rogério Ceni é festejado pelos companheiros de São Paulo após abrir o placar em Itu. Foto: Helio Suenaga/Gazeta PressDouglas é marcado por Léo Moura em ataque do São Paulo. Foto: Luís Moura/Gazeta PressAlém de cruzarem os braços, tricolores e rubro-negros bateram bola por um minuto. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressAtletas de São Paulo e Flamengo se reúnem antes do jogo em Itu para combinar o protesto. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressBruno Silva e Ganso disputam bola no jogo entre Atlético-PR e São Paulo. Paranaenses venceram por 3 a 0 na 33ª rodada. Foto: Heuler Andrey/ Agif/Gazeta PressAloisio entra em dividida com Valdomiro durante a vitória do São Paulo sobre a Portuguesa no Morumbi. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressAloísio pisa em Douglas, que comemora com Rodrigo Caio gol diante da Portuguesa.  SP venceu por 2 a 1 na 32ª rodada. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressAloísio comemora um de seus três gols da vitória do São Paulo sobre o Internacional pela 31ª rodada do Brasileirão. Foto: Site oficialOtávio recebe forte marcação de Edson Silva na partida Internacional x São Paulo. Foto: Site oficial do São PauloAloísio abriu o placar para o São Paulo no duelo com o Internacional pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foto: VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta PressAloísio comemora gol sobre o Bahia com Paulo Henrique Ganso. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressGanso tenta drible em ataque do São Paulo contra o Bahia. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressRogério Ceni cumprimenta os jogadores do São Paulo após a vitória sobre o Bahia. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressJogadores do São Paulo comemoram gol de Ganso no Morumbi. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressAloísio arrisca chute ao gol do Náutico. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressO são-paulino Aloíso e o corintiano Paulo Andrpe brigam pela posse de bola no clássico do Morumbi. Foto: Luís Moura/Gazeta PressReinaldo comemora gol, o segundo do São Paulo para cima do Cruzeiro no Mineirão. Foto: Rubens Chiri/São PauloDouglas comemora o primeiro gol do São Paulo no Mineirão. Foto: Cristiane Mattos/Futura PressZagueiro Antônio Carlos marcou duas vezes no triunfo do São Paulo contra o Vitória. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoAdemilson foi titular do São Paulo contra o Vitória e deve encarar o Cruzeiro. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoRogério Ceni reclamou muito da arbitragem de São Paulo 3 x 2 Vitória. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoJadson domina a bola pelo São Paulo marcado de perto por Alison, volante do Santos. Tricolor perdeu por 3 a 0 o jogo. Foto: Lucas Baptista/Futura PressLuis Fabiano divide a bola com Dida em ataque do São Paulo. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressHugo, do Goiás, e Rodrigo Caio, do São Paulo, em disputa de bola no jogo pela 23ª rodada do Brasileirão. Foto: Futura PressWelliton e Denílson comemoram o gol da vitória do São Paulo sobre o Atlético-MG no Morumbi. Foto: Gazeta PressAntônio Carlos marcou seu primeiro gol com a camisa do São Paulo. Foto: DivulgaçãoRogério Ceni lamenta pênalti perdido. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressAloísio comemora gol do São Paulo com os companheiros. Foto: W. CORREIA NETO/Gazeta Press Rodrigo Caio marca Seedorf no confronto entre São Paulo e Botafogo. Foto: Gazeta PressGilberto corre para festejar um dos gols da Portuguesa diante do Bahia, no Canindé. Foto: Futura Press/Léo PinheiroSão Paulo bateu o Fluminense no Morumbi. Foto: PhotocameraLuis Fabiano e Reinaldo marcaram para o São Paulo contra o Fluminense. Foto: Marcello Zambrana/Inovafoto/Gazeta PressElias protege a bola da marcação de Wellington em ataque do Flamengo. Foto: Alex Farias/Photopress/Gazeta PressPaulo Baier festeja gol marcado sobre o São Paulo. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressJadson perdeu pênalti no empate entre Flamengo e São Paulo por 0 a 0 no Distrito federal. Foto: Futura PressRodrigo Caio sobe com Rafael Toloi e desvia de cabeça para fazer o gol do São Paulo. Foto: Fernando Dantas/Gazeta PressDanilo disputa a bola pelo alto com Rafael Tolói durante clássico no Pacaembu. Foto: SERGIO BARZAGHI / Gazeta PressLuan fez os três gols do Cruzeiro contra o São Paulo no Morumbi. Foto: Piervi Fonseca/Agif/Gazeta PressRogério Ceni marcou de falta, mas não evitou derrota do São Paulo por 3 a 2 para o Vitória. Foto: Gazeta PressLuis Fabiano disputa lance em jogo contra o Bahia. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSJogadores do Santos comemoram gol de Giva no clássico. Foto: RENATO SILVESTRE/Gazeta PressLuis Fabiano arrisca finalização ao gol do Grêmio. Foto: Edu Andrade/Fatopress/Gazeta PressRogério Ceni pula, mas não consegue defender a cabeçada do zagueiro Rodrigo, do Goiás. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressAtlético-MG x São Paulo. Foto: Site oficialLuís Fabiano marcou duas vezes na goleada por 5 a 1 sobre o Vasco. Foto: Miguel Schincariol/ Gazeta PressDenilson e Jadson celebram gol do São Paulo. Foto: CÉLIO MESSIAS/Gazeta Press


"É claro que essa pergunta só tem uma resposta, e eu vou dar. Até porque isso é aritmética, matemática. Ainda que não tivesse nenhum valor em termos de tabela, teria um sabor especial. O sabor aumenta agora, e isso é bom para o futebol", falou o dirigente, que havia falado com a imprensa pela última vez em 10 de julho, ainda na apresentação do ex-treinador Paulo Autuori.

Apesar de adoentado, Juvenal tem feito questão de acompanhar o time ultimamente. Não apenas em viagens, mas também no dia a dia no CT da Barra Funda. Desde a derrota por 3 a 0 para o Santos, duas rodadas atrás, vem aparecendo com frequência nos campos, a pedido também da comissão técnica.

Veja também: Após vencer líder, São Paulo pode ultrapassar Corinthians na classificação

Na quarta-feira, o presidente esteve em Belo Horizonte para acompanhar a vitória sobre o líder da competição, a qual renovou a confiança do São Paulo, mesmo que a distância para a zona de rebaixamento não tenha sido aumentada, já que o Vasco também saiu vitorioso na rodada.

"Foi bom (o resultado). Acho que está muito parelho todo esse campeonato, não é? Antes do jogo, o Rogério (Ceni) estava comentando que o Grêmio estava perdendo e tal. Então a gente falava isso, que, afora o Cruzeiro, que tinha disparado, os outros times estavam muito igualados. Está sui generis (único) este ano. Enfim, o São Paulo conseguiu uma vitória importante, como já tivera anteriormente, para seguir sua sina", comentou.

E mais: São Paulo derruba Cruzeiro no Mineirão e segue fora da zona de rebaixamento

De volta à capital paulista, o elenco retorna aos trabalhos na manhã desta sexta-feira, dois dias antes de enfrentar o Corinthians pela sexta e última vez nesta temporada. Até o momento, foram três vitórias do rival e dois empates, incluindo a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista e o vice-campeonato da Recopa Sul-americana.

"Não vai ser uma decisão porque não é para cima (na classificação), é para baixo. Mas é claro que tem uma temperatura própria, além dos pontos da tabela", opinou Juvenal, sorridente, em meio a um alvoroço no saguão do Aeroporto de Congonhas.

* Com Gazeta Esportiva

Leia tudo sobre: Juvenal JuvêncioSão PauloBrasileirãoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas