Prass admite início ruim, mas elogia aproveitamento do ataque

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Goleiro do Palmeiras criticou a marcação e o setor de criação da equipe na primeira etapa, mas ressaltou o volume de jogo do segundo tempo

O goleiro Fernando Prass reconheceu que o Palmeiras não teve um bom desempenho no primeiro tempo da partida contra o Figueirense, nesta terça-feira, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o jogador enalteceu a melhora da equipe na etapa final e a eficiência do sistema ofensivo.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Os jogadores da frente não podem criar se a bola não chegar. No primeiro tempo, não estávamos marcando tão bem e não conseguíamos municiar lá na frente. Mas, no segundo, nós encaixamos e tivemos mais volume de jogo. Assim, o ataque teve um aproveitamento excepcional", elogiou.

Leia mais: Com dois de Kardec, Palmeiras goleia Figueirense e reage em Londrina

O Palmeiras abriu o placar em pênalti convertido por Alan Kardec logo no início do confronto, mas não teve mais chances claras na etapa inicial. Depois do intervalo, Mendieta também bateu pênalti para ampliar, e Kardec marcou mais uma vez de cabeça. Para completar, Serginho aproveitou grande jogada de Juninho e assinalou o quarto.

Confira a classificação, notícias, artilharia e tabela da Série B

Em meio aos gols do Verdão na etapa complementar, o Figueirense até criou oportunidades, mas não aproveitou e foi assim castigado com a derrota por 4 a 0. "Fizemos 100% das chances que tivemos. Eles criaram três ou quatro, mas não marcaram", avaliou o goleiro.

O Palmeiras volta a campo na noite de sexta-feira, contra o Guaratinguetá, novamente em Londrina, já que cumpre punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva em função da briga entre seus torcedores.

Leia tudo sobre: palmeirasfernando prassigspsérie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas