Instável e desfalcado, São Paulo desafia força do líder Cruzeiro no Mineirão

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Com as ausências de Rogério Ceni, Luis Fabiano e Antônio Carlos, equipe de Muricy Ramalho encara o time mineiro, embalado pela invencibilidade em casa

Divulgação/SPFC
Muricy Ramalho, técnico do São Paulo

Após três triunfos e três derrotas na sequência, o São Paulo ganhou novo fôlego contra o rebaixamento ao bater o Vitória, com dificuldade, no Morumbi. Para seguir a recuperação, agora será preciso desbancar o time mais forte do Campeonato Brasileiro, e fora de casa. Às 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira, a equipe visita o Cruzeiro, no Mineirão.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores 

O time de Belo Horizonte lidera a competição, com 59 pontos, com ampla vantagem sobre a concorrência. A boa fase gerou uma espécie de lua-de-mel com a torcida, que promete lotar o estádio, algo que passa confiança ao técnico Marcelo Oliveira e os jogadores para somar mais um resultado positivo.

Confira a classificação, notícias, artilharia e tabela de jogos do Brasileirão

O Cruzeiro não perde no Gigante da Pampulha desde a reabertura do estádio. Substituto de Dedé, que está à serviço da Seleção Brasileira, o zagueiro Léo destaca o papel decisivo dos torcedores na campanha como mandante."A torcida do Cruzeiro sempre mostrou muita força, sempre mostrou entusiasmo. Nos jogos dentro de casa, a gente tem visto isso, esse calor da torcida é muito bom e a gente vem cada vez mais chegando mais próximo do nosso objetivo", afirmou.

Aldo Carneiro Costa/Gazeta Press
Everton Ribeiro comemora vitória por 4 a 1 do Cruzeiro contra o Náutico na Arena Pernambuco

Para a partida desta quarta-feira, o técnico Marcelo Oliveira poderá contar com o reforço do lateral esquerdo Egídio, que recebeu o terceiro cartão amarelo na goleada sobre a Portuguesa, cumpriu suspensão automática no confronto contra o Náutico e está liberado para voltar.

Em compensação, o treinador continua sem ter o zagueiro Dedé, que defenderá o selecionado nacional nos amistosos contra Coréia do Sul e Zâmbia. Além da partidas diante de Náutico e São Paulo, o defensor também ficará de fora contra Atlético-MG e Fluminense.

Mesmo com a fase boa, Marcelo Oliveira não fala em favoritismo. "Historicamente, o futebol já pregou muitas peças. Equipes que estavam muito na frente se descuidaram, entraram na zona de conforto e perderam. Nunca é demais reforçar essa atenção, melhorar, vibrar mais e chegar na reta final com tranquilidade", disse.

Da mesma forma, no São Paulo Muricy tem problemas. Além do goleiro e capitão Rogério Ceni, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, quatro jogadores são baixa por lesão: os zagueiros Antônio Carlos e Rafael Toloi, o volante Denilson e o atacante Luis Fabiano.

O treinador fechou o treinamento em que definiu os titulares. A única certeza é a entrada de Denis na meta - uma dura missão para o substituto de Ceni. "Enfrentar o líder do campeonato, que está sobrando, com dez pontos na frente do segundo colocado (são 11, na realidade), com o melhor ataque (com 58 gols)... Isso me motiva mais. Vejo como uma oportunidade muito grande", diz o camisa 12.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X SÃO PAULO

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 9 de outubro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian e Borges
Técnico: Marcelo Oliveira

SÃO PAULO: Denis; Douglas, Rodrigo Caio, Paulo Miranda e Reinaldo; Wellington, Maicon (Edson Silva) e Ganso; Jadson (Fabrício), Ademilson e Aloísio
Técnico: Muricy Ramalho

Leia tudo sobre: cruzeirosão paulobrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas