Adiamento de Estaduais é solução do presidente da CBF para o calendário

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

José Maria Marin, porém, alertou que as decisões e mudanças pedidas no futebol brasileiro não dependem apenas do órgão presidido por ele

Rafael Ribeiro/CBF
Jogadores se reúnem com José Maria Marin na sede da CBF, no Rio

Os primeiros resultados da reunião entre Bom Senso FC, movimento organizado pelos jogadores de futebol em busca de melhores condições para o exercício da profissão no Brasil, com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), não devem demorar a aparecer. O presidente da instituição máxima do futebol brasileiro, José Maria Marin considerou proveitoso o encontro.

Presidente da CBF recebe jogadores que pedem mudanças no calendário brasileiro

"Gostei muito da reunião. Os jogadores se mostraram ponderados e com o entendimento de que algumas mudanças não podem ser feitas de um dia para o outro. O mais importante é que houve o consenso de que a CBF tem como maior objetivo fazer de tudo o que é possível em benefício do futebol brasileiro", declarou.

Em primeiro encontro, Bom Senso FC descarta greve e busca acordos

Em busca de atender as exigências do grupo, que foi representado na reunião desta segunda-feira na sede da CBF por Dida (Grêmio, Paulo André (Corinthians), Juninho Pernambucano e Cris (Vasco) e Seedorf (Botafogo), Marin já começou a agir.

"Estou conversando com os presidentes das Federações e solicitando o adiamento do início dos Estaduais, para que se encontre uma solução que consiga conciliar as necessidade dos jogadores, na sua preparação na pré-temporada, e dos clubes", acrescentou.

Confira alguns jogadores que integram o Bom Senso FC:

O holandês Seedorf, do Botafogo, foi um dos últimos a aderirem ao grupo. Foto: Fernando Soutello/Agif/Gazeta PressAlexandre Pato é um dos representantes do Corinthians no Bom Senso FC. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansRogério Ceni, capitão e goleiro do São Paulo. Foto: Futura PressPaulo André, zagueiro do Corinthians. Foto: Gazeta PressO meia chileno Valdivia, do Palmeiras. Foto: Divulgação/PalmeirasJulio Baptista, meia do Cruzeiro, também integra o grupo de jogadores. Foto: VipcommVictor, goleiro do Atlético-MG. Foto: Bruno Magalhaes/APCapitão do Santos, o zagueiro Edu Dracena aderiu ao movimento. Foto: Guilherme Dionízio/Gazeta PressVeterano Zé Roberto é um dos representantes do Grêmio no Bom Senso FC. Foto: LUCAS UEBEL/Preview.com/Gazeta PressVeterano zagueiro Juan, do Internacional, faz parte do Bom Senso FC. Foto: Gazeta PressLéo Moura, lateral-direito e capitão do Flamengo. Foto: Alexandre Vidal/Fla ImagemO veterano Paulo Baier, do Atlético-PR. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressLuis Fabiano, atacante do São Paulo. Foto: Rubens Chiri/São PauloLuis Ricardo é um dos representantes da Portuguesa. Foto: Gazeta PressJuninho Pernambucano, ídolo do Vasco. Foto: Flickr/Vasco da GamaJefferson, capitão e goleiro do Botafogo. Foto: Ricardo Sodre/SSPressGilberto Silva, do Atlético-MG. Foto: Facebook/CAMFahel, volante do Bahia. Foto: Gazeta PressElias, volante do Flamengo. Foto: Otavio de Souza/Gazeta PressDiego Cavalieri, goleiro do Fluminense. Foto: Nelson Perez/Fluminense FCDedé, zagueiro do Cruzeiro. Foto: VipcommCris, zagueiro do Vasco. Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.brFabinho, destaque do Criciúma, faz parte do Bom Senso FC. Foto: Fernando Ribeiro/Futura PressCorrêa, volante da Portuguesa. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSCeará, lateral-direito do Cruzeiro. Foto: Denilton Dias/VipcommBolívar, zagueiro do Botafogo. Foto: Gazeta PressO argentino Hernan Barcos, atacante do Grêmio. Foto: Gazeta PressArouca, volante do Santos. Foto: Ricardo Saibun/Divulgação Santos FCD'Alessandro, meia do Internacional. Foto: VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta PressAlex, ídolo do Coritiba. Foto: Gazeta Press

Marin, porém, alertou que as decisões e mudanças pedidas no futebol brasileiro não dependem apenas do órgão presidido por ele.

"Eles (os jogadores) saíram daqui conscientes de que não cabe à CBF uma decisão unilateral sobre os problemas abordados. O que torna necessária a discussão com todos os setores envolvidos, para que se chegue a uma solução benéfica para o futebol brasileiro", finalizou o presidente.

Leia tudo sobre: cbfbom senso fccalendáriocbfestaduais

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas