Técnico do Real diz que Casemiro é para o futuro e cutuca Özil: “Não precisamos”

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Volante brasileiro, muito utilizado na pré-temporada, tem ficado na reserva nos últimos jogos

Jan Kruger/Getty Images
Casemiro ainda é visto como promessa no Real

O bom momento do Real Madrid, dono do melhor ataque da atual edição da Liga dos Campeões da Europa, inspirou o treinador Carlo Ancelotti a fazer declarações fortes nesta sexta-feira, durante coletiva de imprensa, em Madri, na Espanha. O comandante merengue cutucou o meia alemão Mesut Ozil, recém-transferido para o Arsenal, da Inglaterra, e afirmou que Casemiro ainda não está preparado para ser titular do clube de Santiago Bernabéu.

Deixe seu comentário para esta notícia

"Casemiro é muito jovem, e temos que ser cuidadosos. Quando tudo está bem, poderemos dar minutos a ele. Quando há pressão, e a experiência se torna mais importante, é mais difícil dar chance aos mais jovens. Casemiro é um jogador do Real Madrid para o futuro", explicou o italiano, que só deu espaço ao brasileiro de 21 anos durante a pré-temporada europeia.

O técnico blanco ainda comentou sobre o atacante francês Karim Benzema. Em má fase e duramente criticado pela exigente torcida merengue, o centroavante foi elogiado por Ancelotti, mas não teve presença garantida entre os titulares que enfrentarão o Levante, neste fim de semana, pelo Campeonato Espanhol.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Espanhol

"Contra o Levante jogarão os que não começaram jogando diante do Copenhague. Benzema é o atacante titular, mas contra o Levante pode ser que jogue Morata. Ele não vem marcando gols, mas estou muito contente com Benzema", disse.

Questionado sobre o meia alemão Mesut Ozil, vendido para o Arsenal na última janela de transferências, Ancelotti ignorou as excelentes atuações do camisa 11 e foi categórico: "Não me arrependo que Ozil tenha ido embora. Desejo sorte, mas não precisamos dele. Estou muito feliz com o elenco que temos", decretou.

Leia tudo sobre: Real MadridCasemiroMesut OzilArsenalespanhafutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas