Enderson Moreira reprova atuação do Goiás e diz que 'resultado foi justo'

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Time foi derrotado por 2 a 1 pelo Vitória na Arena Fonte Nova e fica estacionado nos 33 pontos no Campeonato Brasileiro

Na última rodada, o Goiás foi derrotado pelo Fluminense, mas Enderson Moreira aprovou a atuação de sua equipe. Nesta quarta-feira, o time voltou a ser derrotado: desta vez, pelo Vitória, por 2 a 1, na Arena Fonte Nova. A postura do treinador foi diferente. Ele não aprovou o desempenho dos seus comandados.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O resultado foi justo. O time teve alguns momentos de lucidez, mas, na maioria do tempo, nós fomos dominados pelo Vitória. Eu acho que, com as alterações, nosso time não conseguiu evoluir. Lamentamos o resultado, mas já temos que pensar em domingo", explicou o treinador Enderson Moreira, que volta a jogar no Serra Dourada na próxima rodada.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Veja imagens dos jogos desta 25ª rodada

Sozinho, Alex faz o domínio da bola pelo Coritiba. Foto: JOKA MADRUGA/FUTURA PRESSPedro Ken tenta recuperar a bola para o Vasco, que bateu o Internacional por 3 a 1 em Macaé. Foto: Celso Avila/Futura PressWallace e André Santos comemoram gol do Flamengo. Foto: Giuliano Gomes/Gazeta PressJô marcou duas vezes na goleada diante da Ponte Preta. Foto: Yuri Edmundo/Gazeta PressJadson domina a bola pelo São Paulo marcado de perto por Alison, volante do Santos. Foto: Lucas Baptista/Futura PressThiago Ribeiro é cumprimentado pelo técnico Claudinei Oliveira após marcar gol do Santos. Foto: Lucas Baptista/Futura PressAmeaçado por Guerrero, Titi chuta a bola para frente e afasta perigo da zaga do Bahia. Foto: Fernando Dantas/Gazeta PressGuerrero comemora primeiro gol do Corinthians em Mogi Mirim. Foto: Fernando Dantas/Gazeta PressCleber sobe de cabeça para marcar gol em sua estreia no Corinthians. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressJogadores do Vitória comemoram o gol de Escudero. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressJogadores do Goiás comemoram gol de Pedro Henrique . Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressJuan encara a marcação do zagueiro Rodrigo em ataque do Vitória. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressSeedorf se antecipa e faz o domínio pelo Botafogo. Foto: Dhavid Normando/Futura PressRafael Sobis domina a bola observado por Bolivar. Foto: Nelson Perez/Fluminense. F.CBiro Biro comemora gol do Fluminense no clássico do Maracanã. Foto: Nelson Perez/Fluminense.F.CJean, do Fluminense, e Bolivar, do Botafogo, disputam lance no Maracanã. Foto: Nelson Perez/Fluminense FCRiveros aparece na cara do gol de Weverton em ataque do Grêmio. Foto: Dudu Contursi/Futura PressSouza, do Grêmio, e Delatorre, do Atlético-PR, disputam a bola. Foto: Gustavo Granata/ Agif/Gazeta PressBorges sai para comemorar após marcar gol do Cruzeiro. Foto: João Godinho/O Tempo/ Futura PressBruno Henrique escapa do carrinho e conduz a bola pela Portuguesa. Foto: Yuri Edmundo/Gazeta PressHugo marcou o primeiro gol do Náutico em Campinas. Foto: Rodrigo Villalba/Futura PressMaikon Leite é cumnprimentado após gol da vitória sobre a Ponte Preta. Foto: Rodrigo Villalba/Futura Press

Neste domingo, às 18h30 (de Brasília), o time esmeraldino recebe o Criciúma, e novamente não poderá entrar com força máxima. Pedro Henrique, autor do único gol do Goiás nesta quarta-feira, saiu lesionado e se tornou dúvida. Os zagueiros Ernando, machucado, e Valmir Lucas, suspenso, também estão fora da partida.

O treinador Enderson Moreira não deixou de lamentar as ausências, já que não consegue manter uma sequência com o Goiás perto do ideal. Nesta quarta-feira, contra o Vitória, a comissão técnica preferiu poupar o atacante Walter, destaque da equipe esmeraldina, para que o jogador fizesse um trabalho regenerativo em Goiânia.

"Quando a gente perde alguns jogadores importantes, claro que a gente tem algumas limitações. A gente perde em alguns aspectos, mas tentamos ganhar em outros. O Walter faz muita falta porque o time tem confiança nele, mas era necessária essa parada. Temos tentado usar todas as armas que nós temos", conclui o treinador.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: GoiásBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas