Claudinei faz testes no Santos e não repete escalação há mais de dois meses

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Seja por lesão, suspensão ou pelas contratações que chegaram, treinador tem mexido bastante na formação titular e dado chance a vários atletas do elenco

Flickr/Santos F.C.
Claudinei Oliveira, técnico do Santos

No dia 13 de julho, o Santos recebeu a visita da Portuguesa e venceu por 4 a 1. Também na Vila Belmiro, empatou em 2 a 2 com o Coritiba oito dias depois. Em ambos os jogos, o time entrou em campo com a seguinte escalação: Aranha; Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Alan Santos, Leandrinho, Cícero e Montillo; Neílton e Willian José. Foi a última vez que o técnico Claudinei Oliveira repetiu uma formação em dois jogos seguidos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Nos mais de três meses que se passaram desde então, muitos jogadores receberam de Claudinei uma chance entre os titulares. Seja por lesão, suspensão ou pela chegada de novos jogadores, o técnico tem mexido bastante na escalação e tentado algumas experiências. Na última partida, por exemplo, na derrota para o Atlético-MG, ele optou pelo 4-2-3-1, isolando Thiago Ribeiro no ataque e deixando três meias atrás dele: Renato Abreu, pela esquerda, Cícero, pelo meio, e Cicinho, pela direita.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Veja abaixo os testes feitos por Claudinei no time titular nos últimos meses:

Cicinho chegou ao Santos em julho e se firmou como titular na lateral direita. Foto: Ricardo Saibun/Flickr SantosRafael Galhardo: titular na última vez que Claudinei repetiu o time, lateral direito virou reserva. Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FCBruno Peres: lateral direito ganhou a preferência de Claudinei quando o treinador quis escalar Cicinho no meio de campo, na derrota para o Atlético-MG. Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FCGustavo Henrique: jovem zagueiro de 20 anos ganhou a vaga de Durval entre os titulares. Foto: Flickr/Santos F.C.Mena: chileno chegou ao Santos em julho e se tornou o lateral esquerdo titular depois que o experiente Léo virou meia. Foto: Flickr/Santos F.C.Léo: desde que decidiu abandonar a lateral esquerda e virar meia, nunca mais foi usado por Claudinei no Brasileirão. Foto: Flickr/Santos F.C.Alan Santos: titular na última formação que Claudinei repetiu em dois jogos seguidos, volante perdeu espaço e não joga desde a vitória sobre o Goiás. Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FCArouca: volante estava se recuperando de lesão quando Claudinei usou a mesma formação em dois jogos seguidos, mas é titular absoluto do Santos. Foto: DivulgaçãoLeandrinho: meia campeão da Copa SP deste ano foi usado como volante na última vez que Claudinei repetiu o time titular. Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FCAlison: volante de 20 anos ganhou espaço com Claudinei nos últimos meses e se firmou como titular. Foto: Divulgação/Santos FCRenê Júnior aproveitou ausências dos volantes por lesão ou suspensão para jogar, mas não conquistou a titularidade. Foto: Ricardo Saibun/Divulgação Santos FCMarcos Assunção: experiente volante viu jovens ganharem espaço e foi utilizado em apenas dois jogos do Brasileirão. Foto: Ricardo Saibun/Divulgação Santos FCRenato Abreu: meia chegou do Flamengo em setembro e foi usado como titular em três partidas. Foto: Ricardo Saibun/Divulgação Santos FCPedro Castro: meia campeão da Copa SP ganhou a chane de atuar como titular duas vezes no Brasileirão. Foto: Flickr/Santos F.C.Léo Cittadini: promovido por Claudinei aos profissionais neste ano, meia jogou três vezes no Brasileirão e foi titular em uma delas. Foto: Gazeta PressThiago Ribeiro foi contratado pelo Santos em julho e é hoje a única certeza do ataque da equipe. Foto: Guilherme Dionízio/Gazeta PressGabriel: jovem apareceu bem com gol na estreia, mas teve queda de rendimento e perdeu espaço. Foto: Flickr/Santos F.C.Willian José: dos atacantes do Santos, é quem mais fez gol no Brasileirão. Era titular, saiu do time, voltou e perdeu a vaga novamente. Foto: Guilherme Dionízio/Gazeta PressGiva: jovem de 20 anos foi utilizado três vezes como atacante titular do Santos no Brasileirão. Foto: Flickr/Santos F.C.Everton Costa chegou ao Santos em agosto e teve chance entre os titulares do ataque, mas Claudinei preferiu tê-lo como opção no banco de reservas. Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FCNeílton era atacante titular do Santos quando Claudinei repetiu o time pela última vez, mas perdeu espaço e tem renovação contratual indefinida. Foto: Miguel Schincariol/ Gazeta Press


Leia tudo sobre: SantosBrasileirãoigspclaudinei oliveira

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas