Mantendo a posse de bola e pressionando o adversário no campo de defesa, time alemão constrói vitória por 3 a 1 na Inglaterra sem sustos

Thomas Müller marcou o segundo do Bayern
Clint Hughes/AP
Thomas Müller marcou o segundo do Bayern

Se começou a temporada cercado de desconfianças em relação ao trabalho de Pep Guardiola, o Bayern de Munique mostrou nesta quarta-feira que segue forte. Os atuais campeões europeus visitaram o Manchester City no Etihad Stadium, jogaram ao estilo do treinador espanhol e venceram sem dificuldades por 3 a 1, isolando-se na liderança do Grupo D da Liga dos Campeões.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A vitória desta quarta-feira foi a sétima consecutiva do Bayern na competição europeia. Ela foi contruída do jeito que o seu novo comandante gosta: mantendo a posse de bola e pressionando o adversário no campo de defesa. Isso aconteceu até os 30 minutos do segundo tempo, quando Ribéry, Thomas Muller e Robben, com um gol cada, já haviam decretado o resultado.

Infográfico: análise dos times, dos astros e os elencos da Liga dos Campeões

O Manchester City, que só melhorou após as entradas de David Silva, Milner e Negredo na parte final da partida, diminuiu aos 34 da etapa complementar, com um gol do atacante espanhol. No fim, nem mesmo a expulsão de Boateng e a pressão inglesa diminuíram os méritos de uma contundente vitória dos atuais campeões europeus.

O resultado coloca o Bayern na liderança isolada do Grupo D com seis pontos em duas partidas. O Manchester City, por sua vez, cai para o segundo posto, agora com a mesma pontuação do CSKA Moscou, que, mais cedo, venceu o Viktoria Plzen na Rússia por 3 a 2.

Na próxima rodada, dia 23 de outubro, o City encara o CSKA Moscou na Rússia, enquanto o Bayern recebe em Munique o Viktoria Plzen.

*Com Gazeta

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.