Paysandu visita Guaratinguetá para respirar contra zona do rebaixamento

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Time paraense está em 15º lugar na tabela da Série B e testarão força como mandante dos paulistas, que aparecem na 13ª colocação

Ainda flertando com a zona de rebaixamento, mas em um bom momento após a chegada do técnico Vagner Benazzi, o Paysandu viaja até o interior paulista para enfrentar o Guaratinguetá, nesta terça-feira, às 19h30 (de Brasília), no estádio Dario Rodrigues Leite, tentando quebrar uma grande sequência do adversário dentro de seus domínios na Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo será válido pela 26ª rodada da competição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O time paraense ocupa a 15ª posição e está a apenas um ponto da zona de rebaixamento para a terceira divisão nacional. Quatro pontos e duas posições acima aparece o Guaratinguetá, que tem somente duas derrotas nas últimas sete partidas. Apesar da boa sequência do adversário, uma das maiores preocupações da equipe bicolor é o gramado do estádio Dario Rodrigues Leite.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B

Extremamente irregular, o terreno de jogo não permite um duelo mais técnico, e é ‘recheado’ de buracos. E é exatamente aí que está a força do Guará na Série B do Brasileirão. Em doze partidas dentro de casa no campeonato, a equipe paulista soma oito vitórias, apenas dois empates e duas derrotas. Além disto, não perde há nove confrontos e vem de uma sequência de cinco triunfos seguidos no seu estádio.

Por causa disto, a expectativa é de um jogo duro e dificultado pelo péssimo campo do Dario Rodrigues Leite. "Vamos ter que jogar no bumba meu boi, com chutão para frente e disputa pelo alto", afirmou Vagner Benazzi, que, quando ainda treinava o Bragantino, também teceu severas críticas ao gramado do estádio do Guaratinguetá. "O piso é horrível. Não vi nenhum gramado na Série B dessa maneira", disse, na época.

O lateral-direito Yago Pikachu também admitiu preocupação com a situação do terreno de jogo. "Assim que o Benazzi chegou, ele falou com a gente sobre esse campo, que é muito difícil e só se joga na base do chutão. Temos que trabalhar bem a bola parada, nas jogadas aéreas, para que não sejamos surpreendidos. A equipe deles está acostumada a jogar lá e temos que ter todo o cuidado", contou.

Para a partida desta terça, o Paysandu não poderá contar com o artilheiro da equipe na Série B, Marcelo Nicácio. Recém-recuperado de um problema na coxa esquerda, o atacante sofreu uma lesão na panturrilha da mesma perna e se ausentará das duas próximas partidas da segunda divisão nacional. Além dele, o meia Djalma, que, indisposto, foi poupado de treinamento durante a semana, também pode ficar de fora.

Pelo lado do Guaratinguetá, o técnico Leandro Campos não deve ter nenhum problema para escalar sua equipe e deve repetir a mesma formação que empatou com o Joinville fora de casa por 1 a 1, na última rodada. O time paulista é o 13º colocado da Série B do Campeonato Brasileiro e ainda está ameaçado pelo rebaixamento, já que se encontra a apenas cinco pontos do Atlético-GO, 17º e último posicionado dentro da degola.

FICHA TÉCNICA
GUARATINGUETÁ X PAYSANDU

Local: Estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá (SP)
Data: 01 de outubro de 2013 (terça-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Katiuscia Berger Mendonça (ES) e Eberval Lodetti (SC)

GUARATINGUETÁ: Saulo, Eduardo Arroz, Pedro Paulo, Marquinhos e Ruan; Tiago Ulisses (Fransérgio), Coelho, Julio César e Juninho; Renato Peixe e Allan Dias.
Técnico: Leandro Campos.

PAYSANDU: Paulo Rafael; Yago Pikachu, Pablo, Fábio Sanches e Alex Gaibu; Vanderson, Zé Antônio, Djalma (Diego Bispo) e Eduardo Ramos; Heliton e Aleílson.
Técnico: Vagner Benazzi.

Leia tudo sobre: GuaratinguetáPaysandusérie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas