Lance envolvendo o atacante do Grêmio gerou reclamação dos jogadores do São Paulo com a arbitragem no Morumbi

O atacante Kleber foi o protagonista do lance mais polêmico da vitória do Grêmio sobre o São Paulo. Aos 20 minutos do segundo tempo, ele tocou com o braço da bola quando estava na barreira de uma falta batida por Rogério Ceni. Os jogadores paulistas pediram pênalti, mas não foram atendidos pelo árbitro Heber Roberto Lopes, que teria dito a Ceni que a bola bateu na cabeça de Kleber.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Kleber admitiu que a bola bateu em seu braço, e justificou o toque como medida de proteção. "A bola bateu mesmo no meu braço, mas ele estava na frente do rosto. Já quebrei o nariz em um lance parecido quando jogava na Ucrânia. Se eu não ponho o braço na frente poderia quebrar de novo. A bola bateu sim no meu braço, mas não foi pênalti, pois não estava para cima", defendeu-se.

Veja imagens dos jogos desta rodada do Brasileirão

Sobre a vitória do Grêmio, o camisa 30 viu a equipe jogando de forma inteligente no Morumbi. "Jogamos contra uma equipe que na nossa casa nos tirou dois pontos, e que vinha em um bom momento. Partidas assim a gente precisa encarar com inteligência, e saber aproveitar os momentos", definiu.

Com 42 pontos, o Grêmio assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta, a equipe receberá o Atlético-PR, em um duelo direto de tabela, na Arena.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.