Dois meses depois de ter vencido pela última vez, lanterna do Brasileirão aproveita fator casa, vence por 3 a 0 e amplia mau momento do adversário

Oliveira, do Náutico, comemora gol durante a partida contra o Coritiba
Aldo Carneiro/Futura Press
Oliveira, do Náutico, comemora gol durante a partida contra o Coritiba

Deixando expostos todos seus problemas e limitações, o Coritiba foi à Arena Pernambuco e perdeu para o lanterna Náutico , por 3 a 0, dando sequência a sua queda na classificação do Campeonato Brasileiro . Apesar do resultado, os donos da casa seguem na última colocação, mas agora somam 14 pontos. Já os paranaenses seguem estacionados nos 31 pontos, na 13ª posição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O Náutico abriu o placar aos cinco minutos da segunda etapa, com Oliveira, que apareceu no meio da área para testar para o fundo das redes. Aos 31 minutos, Maikon Leite recebeu bem passe de Dadá e tocou na saída do goleiro para marcar. O atacante deixou mais uma vez sua marca aos 38 minutos e fechou a contagem.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Náutico enfrenta a Ponte Preta, terça-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Coritiba, afundado na crise e possivelmente com novo treinador, volta a campo na quarta-feira, diante do Flamengo, no Estádio Couto Pereira.

O jogo

A partida começou bem disputada, mas o primeiro lance de perigo quase surgiu de uma falha. Aos seis minutos, Maranhão cruzou, Bonfim furou na tentativa de afastar, mas ninguém apareceu para completar. Aos oito minutos, Dadá deixou a marcação para trás e chutou rasteiro para boa defesa de Vaná.

O Timbu tinha maior volume de jogo e chegou com perigo mais uma vez aos 10 minutos, com Maikon Leite, que mandou um petardo para Vaná espalmar. Mais Maikon Leite aos 18 minutos, e desta vez Vaná teve trabalho para defender em dois tempos. Em uma rara chegada coxa-branca Robinho recebeu de Escudero, mas na hora do cruzamento mandou sem direção.

Vaná tinha trabalho no jogo, especialmente com Maikon Leite, que aos 32 minutos tentou mais um chute para boa intervenção do arqueiro alviverde. Aos 40 minutos, Alex foi acionado apareceu no jogo ao aparecer de frete para a meta. Gideão deixou o gol e tirou de soco. Um minuto depois, Alex mandou uma bomba, Gideão deu rebote, ma Robinho estava impedido e não pode completar o lance.

Tiago Real é marcado por Vitor Jr em ataque do Náutico
Aldo Carneiro/Futura Press
Tiago Real é marcado por Vitor Jr em ataque do Náutico

Para a segunda etapa, o Coritiba voltou com Dudu no lugar de Bottinelli. Pelo Timbu, João Paulo saiu para a entrada de Oliveira. E a alteração pelo lado pernambucano deu certa. Aos cinco minutos, Maranhão cruzou e Oliveira apareceu por de trás da defesa para desviar para o fundo das redes.

A situação do Coxa se complicou ainda mais aos 15 minutos, quando Escudero recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Aos 24 minutos, Maranhão levantou para Oliveira, que desta vez não pegou tão bem, facilitando para Vaná. Na resposta, Alex deixou Robinho na cara do goleiro e o meia alviverde conseguiu chutar cruzado pela linha de fundo.

O Náutico aproveitou a vantagem numérica e chegou ao segundo gol aos 31 minutos, com Maikon Leite, que recebeu passe de Dadá e tocou na saída do goleiro para balançar as redes. O Timbu lavava a alma após longo jejum. Aos 38 minutos, Maikon Leite recebeu cruzamento de Bruno Collaço e desviou para as redes para fechar o placar.

FICHA TÉCNICA -  NÁUTICO 3 X 0 CORITIBA
Local:
Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 28 de setembro de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva
Assistentes: Ailton Farias da Silva e Esdras Mariano de Lima Albuquerque
Cartões amarelos: Tiago Real (Náutico); Escudero, Bottinelli, Gil (Coritiba)
Cartão vermelho: Escudero (Coritiba)

Gols
NÁUTICO:
Oliveira, aos 05 minutos e Maikon Leite, aos 31 minutos e aos 38 minutos do segundo tempo

NÁUTICO: Gideão; Maranhão, William Alves, João Filipe e Bruno Collaço; Elicarlos, Dadá, Martinez e Tiago Real (Diego Morales); Maikon Leite e João Paulo (Oliveira)
Técnico: Marcelo Martelotte

CORITIBA: Vaná, Victor Ferraz, Bonfim, Chico e Escudero; Gil, Bottinelli (Dudu), Robinho e Alex; Vitor Júnior (Lincoln) e Bill (Emerson Santos)
Técnico: Marquinhos Santos

*com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.