A decisão da entidade foi tomada em apoio a manifesto divulgado mais cedo nesta terça-feira, que contou com a assinatura de 75 jogadores

Se depender da Fenapaf (Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol), os jogadores farão uma greve nas últimas duas rodadas desta edição do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o presidente da entidade, Alfredo Sampaio, afirmou que fará a sugestão aos clubes nos próximos dias.

75 jogadores se unem e pedem reunião com CBF para rever calendário

"É importante que os atletas saibam da força que têm. Eles precisam de consciência e coragem, senão nada vai mudar. Nós não podemos permitir que isso continue. Todos sabem que o calendário de 2014 é uma porcaria, um absurdo. Se temos todos o mesmo posicionamento, vamos mostrar força e parar durante duas rodadas", disse em entrevista à Rádio ESPN .

A decisão do dirigente foi tomada em apoio a manifesto divulgado mais cedo nesta terça-feira, que contou com a assinatura de 75 jogadores, como Rogério Ceni, Valdivia, Alexandre Pato e Alex. O documento critica a CBF pelo calendário de 2014, o qual, segundo eles, "prejudica a qualidade do espetáculo" devido ao grande número de jogos e pouco tempo de descanso para os atletas.

Mesmo assim, Alfredo Sampaio lamentou a maneira como o documento foi redigido, sem nenhuma consulta à Fenapaf. Um dos líderes do grupo, o zagueiro corintiano Paulo André foi citado nominalmente.

"Eu espero que haja uma mudança de comportamento deles, no sentido de procurar as entidades. O Paulo André fala demais e desconhece as conquistas das entidades. Se os jogadores recebem direito de arena ou jogam no verão a partir das 17 horas, é por causa dos sindicatos, e não dos jogadores", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.