Rodrigo, zagueiro do Goiás, acertou a trave, mas a bola voltou no corpo do goleiro e entrou

Hugo, do Goiás, e Rodrigo Caio, do São Paulo, em disputa de bola no jogo do Serra Dourada
Futura Press
Hugo, do Goiás, e Rodrigo Caio, do São Paulo, em disputa de bola no jogo do Serra Dourada

Rogério Ceni terminaria a partida deste domingo como o grande nome de um empate sem gols do São Paulo com o Goiás. Mas não foi assim. Aos 44 minutos do segundo tempo, após falta cobrada de longa distância, a bola acertou a trave direita e bateu nas suas costas antes de entrar.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Brasileirão

"A pancada (o chute) não foi o problema. O problema é o azar de a bola bater e voltar para dentro do gol", disse o goleiro do São Paulo, em entrevista à TV Bandeirantes , ciente de que havia feito principalmente um grande primeiro tempo, com uma série de grandes defesas.

Como no primeiro turno, o Goiás vence o São Paulo por 1 a 0 , com gol de Rodrigo, que já foi jogador do clube paulista. Naquela ocasião, o zagueiro balançou a rede com cabeceio no início da partida. Desta vez, no Serra Dourada, vazou seu ex-clube em uma falta de muito longe.

O gol no final e a consequente derrota freiam a reação da equipe de Muricy Ramalho na competição nacional. Após três triunfos seguidos sob comando do treinador tricampeão brasileiro, ela permanece com 27 pontos ganhos, ainda perto da zona de rebaixamento.

O próximo compromisso do São Paulo na competição nacional será no domingo, diante do Grêmio, no Morumbi. Antes disso, na quinta-feira, o time joga em casa pela estreia nas oitavas de final da Copa Sul-americana, contra a Universidad Católica.

Confira na galeria as imagens da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.