Ponto desperdiçado no Serra Dourada frustra Muricy e jogadores do São Paulo

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Time segurava o empate até o minuto final, mas Rodrigo, de falta, garantiu a vitória do Goiás

Futura Press
Rogério Ceni viu bola bater nas suas costas e entrar no gol decisivo do Goiás contra o São Paulo

Caiu neste domingo, com a derrota por 1 a 0 para o Goiás, a invencibilidade do São Paulo com Muricy Ramalho. O time suportava bem o calor e a pressão do adversário no Serra Dourada, mas sucumbiu em gol de falta no final e voltará à capital paulista sem o ponto imaginado.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Brasileirão

"É complicado. Poderíamos ter saído daqui com pelo menos um ponto. Agora temos que conseguir os pontos contra o Grêmio, em casa", disse Jadson, em entrevista à TV Bandeirantes, referindo-se ao confronto de domingo, pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro.

"Jogar aqui (em Goiânia) não é fácil, mas nossa equipe foi bem. Acabou, nos últimos minutos, fazendo a falta que resultou no gol. Fomos bem, mas não tivemos sorte", lamentou o meia, sem citar o atacante Aloísio, autor da falta que acabou sendo convertida pelo zagueiro Rodrigo - com ajuda da trave direita e das costas de Rogério Ceni.

Xará do carrasco, o são-paulino Rodrigo Caio teve discurso semelhante ao de Jadson. "Acontece. Fatalidade do futebol. Estivemos bem em campo, tivemos chance de gol. Infelizmente, em uma falta muito bem cobrada pelo Rodrigo, tivemos a infelicidade de a bola bater nas costas do Rogério e entrar", opinou.

Apesar da frustração pelo ponto perdido na capital goiana, o volante nega que a derrota possa afetar a recuperação do São Paulo no Campeonato Brasileiro.

"Vamos levantar a cabeça. Se tivemos três vitórias seguidas, não é uma derrota que vai abalar a gente", falou Rodrigo Caio.

Antes de receber o duelo entre São Paulo e Grêmio, no domingo, o Morumbi será palco da estreia do time de Muricy Ramalho na oitavas de final da Copa Sul-americana, na quinta-feira, contra a Universidad Católica.

Leia tudo sobre: são paulobrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas