Craque português foi autor de três gols na goleada por 6 a 1 contra o Galatasaray

Cristiano Ronaldo fez três gols para o Real diante do Galatasaray, goleado por 6 a 1
Osman Orsal/Reuters
Cristiano Ronaldo fez três gols para o Real diante do Galatasaray, goleado por 6 a 1

O Real Madrid estreou de forma convincente na Liga dos Campeões da Europa ao golear o Galatasaray por 6 a 1, na Turquia. Grande nome da partida, o português Cristiano Ronaldo, autor de três gols e uma assistência, celebrou o excelente início na competição continental.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Não poderia ter começado melhor. Estrear desta maneira nos dá confiança para seguir evoluindo e melhorando a cada partida", afirmou Ronaldo em entrevista à TVE .

Apesar da facilidade com que o resultado foi construído, principalmente na segunda etapa, o português elogiou o desempenho do Galatasaray, considerado a terceira força do Grupo B, que ainda conta com Juventus e Copenhague.

"Fizemos nosso trabalho contra um adversário muito complicado. Apesar do resultado, foi uma partida muito difícil. Durante os primeiros minutos, eles tiveram as melhores oportunidades, e o jogo poderia ficar complicado se eles marcassem um gol. A partir do nosso (gol), porém, controlamos a partida e jogamos bem", analisou.

Quem também exaltou o resultado, mas fez uma ressalva à atuação do Real Madrid foi o treinador Carlo Ancelotti. "O placar foi perfeito, a partida nem tanto. O resultado não disse o que foi o jogo, porque o primeiro tempo foi difícil. O Galatasaray jogou bem o primeiro tempo e nos colocou em dificuldades", afirmou, antes de elogiar os protagonistas do confronto: "Quando Cristiano (Ronaldo) e Karim (Benzema) estão bem, tudo fica mais fácil".

Sobre Gareth Bale, maior contratação do clube para a nova temporada, o italiano explicou a escolha por deixá-lo no banco de reservas. Diferentemente da última partida, contra o Villarreal, pelo Campeonato Espanhol , Di Maria iniciou entre os titulares. "Todo mundo sabe que ele (Bale) não está 100% fisicamente. Escalá-lo desde o início após ele ter estado em campo por 60 minutos no sábado podia ser perigoso. Jogou uns bons 30 minutos e terá tempo de melhorar", encerrou.

Em busca de seu décimo título europeu, o Real Madrid volta a campo pela Liga dos Campeões da Europa somente no dia 2 de outubro, quando enfrenta o Copenhague, da Dinamarca, no Santiágo Bernabéu. Antes disso, porém, tem três compromissos pelo Campeonato Espanhol. O primeiro deles será disputado no próximo domingo, às 14h (de Brasília), contra o Getafe, também dentro de casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.