Fraco como mandante, Inter quer aproveitar jogo em Salvador para ir ao G4

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Com Beira-Rio em obras, time tem 53,3% de aproveitamento como mandante, mas compensa com bons números fora de casa: 54,5%

Forçado a jogar fora de seu estádio devido às obras no Beira-Rio, o Internacional faz apenas a 14ª melhor campanha como mandante na competição, com 53,3% de aproveitamento. O jeito, então, é compensar fora de casa. Com 54,5%, o time é o melhor visitante do campeonato ao lado do Botafogo. Sabendo disso, o goleiro Muriel prevê uma boa atuação da equipe diante do Bahia, nesta quinta, na Fonte Nova.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

"Não trabalhamos com revanchismo, mas com a necessidade de pontuar contra o Bahia. Naquela derrota que tivemos, eles foram mais competentes e conseguiram traduzir em gols as chances que tiveram. Respeitamos muito o Bahia, mas vamos entrar em campo para buscar um resultado positivo. O Inter vai com muita força para a reta final do Brasileiro", afirmou Muriel, lembrando a derrota por 2 a 1 sofrida em casa para os baianos em junho.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Depois de obter apenas um ponto em dois jogos em casa contra Santos e Vitória, o Internacional entrou em campo no último domingo precisando dos três pontos contra o Criciúma. A vitória por 1 a 0 satisfez o elenco, garante Muriel.

Leia mais: Com lesão nas costas, D'Alessandro desfalca o Internacional contra o Bahia

"A gente sabia que essa seria uma partida muito importante para as nossas metas no Brasileirão. Nossa campanha, fora de casa, é muito boa e precisamos usar cada vez mais isso a nosso favor. A vitória foi importantíssima e nos deixa a um ponto apenas das quatro primeiras colocações. Ainda tem muito campeonato pela frente e, tenho certeza, estaremos muito fortalecidos para o restante das partidas que teremos", avaliou o goleiro colorado.

Com 34 pontos, o Inter é 5º colocado e está só um pontinho atrás do Atlético-PR, último integrante do G-4. Fora de casa, a equipe não perde há seis jogos. A dificuldade em Salvador será a ausência do artilheiro, capitão e principal jogador do time, D’Alessandro, que ficará em Porto Alegre se recuperando de uma lesão nas costas.

Leia tudo sobre: internacionalbrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas