Zagueiro pode ser improvisado na lateral-direita para Edenílson ser mantido no meio-campo

Edenílson e Felipe em treino do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Edenílson e Felipe em treino do Corinthians

Só os reservas do Corinthians trabalharam no CT do Parque Ecológico na manhã de segunda-feira, mas a atividade mostrou o que pode ser uma ideia de Tite para a partida de quarta, contra a Ponte Preta. Felipe treinou cruzamentos pela direita e é uma opção para a vaga do contundido lateral Alessandro.

Alessandro e Fábio Santos desfalcam Corinthians contra a Ponte Preta

O time só tomará forma mesmo no treinamento tático programado para terça, porém a utilização do zagueiro pelo lado do campo é uma alternativa para evitar a escalação de Ibson, que não vem bem. Assim, Edenílson poderia permanecer no meio de campo, ao lado de Ralf.

Quando Alessandro se machucou no último domingo, logo no início da derrota para o Goiás, Tite acionou Ibson, colocando Edenílson na lateral. O jogador fluminense foi mal, ouviu novas críticas da torcida e, no fim do jogo, acabou sendo encostado na lateral para Edenílson retornar ao meio.

"A gente sabe da qualidade do Ibson. Se ele está aqui, é porque tem qualidade. A equipe inteira está querendo fazer o melhor. Infelizmente, as coisas não estão acontecendo como a gente quer", comentou o zagueiro Gil, um dos poucos atletas poupados das críticas dos torcedores.

Para Tite, o poder de infiltração de Edenílson faz bem ao meio de campo do Corinthians. Se resolver mesmo usar essa qualidade, o gaúcho deverá escalar a equipe alvinegra assim: Cássio; Felipe, Gil, Paulo André e Igor; Ralf e Edenílson; Romarinho, Douglas e Alexandre Pato; Guerrero.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.