Internacional vence o Criciúma fora de casa e fica perto de retornar ao G4

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Com o triunfo, o time gaúcho está apenas um ponto atrás do Atlético-PR, quarto colocado na tabela do Brasileirão

O Internacional conquistou neste domingo um importante resultado na luta por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro. Jogando no Heriberto Hülse, o time gaúcho bateu o Criciúma por 1 a 0 e diminuiu a diferença para o Atlético-PR para apenas um ponto.

O gol da partida foi marcado por Otávio, aos 5 minutos do segundo tempo. O jovem meia escorou para a rede de Helton Leite, que substituiu o lesionado Galatto de última hora, após boa jogada de D'Alessandro.

Veja como está a classificação e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

Com a vitória em Santa Catarina, o Colorado chega aos 34 pontos e diminuiu a distância para o Furacão, primeiro time dentro da zona de classificação para a Libertadores, que no sábado perdeu para o líder Cruzeiro. Já o Criciúma segue com 24 na parte de baixo da tabela. A pontuação é a mesma do Vasco, melhor time da zona da degola, que leva a pior por ter seis vitórias contra sete do time catarinense.

DEZA BERGMAN/Gazeta Press
Jogadores do Criciúma e Internacional se envolvem em uma confusão durante a partida

Na próxima quarta-feira, o Tigre faz confronto direto na luta contra o rebaixamento contra o Fluminense, no Heriberto Hülse. Já o Inter visita o Bahia na Arena Fonte Nova, no dia seguinte. Os jogos são válidos pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo
A partida começou nervosa no Heriberto Hülse. Logo aos 4 minutos, Fabinho foi derrubado por Alex e Suéliton foi tirar satisfação com o meia colorado. Airton não gostou e partiu para cima do lateral do Criciúma, gerando bate-boca generalizado.

A partir daí, o que se viu foi uma sequência de faltas nos minutos seguintes. Quando os times resolveram jogar, a partida ficou movimentada e repleta de chances. Mais agressivo, o Inter foi o primeiro a chegar com perigo.

Aos 7, Leandro Damião fez jogada na linha de fundo e a zaga parou pedindo a saída da bola. Sem se importar, o atacante prosseguiu e tocou para o meio. Em velocidade, Josimar chegou desajeitado e cabeceou mal, facilitando a vida da defesa. Cinco minutos depois, Gabriel carregou até a linha de fundo e rolou para Otávio. Com liberdade, o meia finalizou cruzado e a bola saiu raspando a trave esquerda.

A resposta do Criciúma veio dois minutos depois. Após cobrança de falta de Morais, Matheus Ferraz cabeceou de costas e a bola passou com perigo ao gol de Muriel. Na sequência, D’Alessandro cobrou escanteio e Juan cabeceou firme, à esquerda do gol de Helton Leite - que substituiu Galatto de última hora, após o titular estirar o músculo da coxa direita no aquecimento para a partida.

O time da casa voltaria a assustar aos 21, mas o cruzamento de Suéliton atravessou a pequena área sem ninguém colocar para dentro. A partir daí, o jogo esfriou e os dois times pouco chegaram com perigo no primeiro tempo.

Nos minutos finais, o nervosismo voltou a tomar conta dos jogadores. Juan e Gilson cometeram faltas duras e foram advertidos com o amarelo. Já Bruno Renan reclamou acintosamente com o árbitro Felipe Gomes da Silva pedindo cartão para Leandro Damião e acabou punido - o atacante colorado havia dado sequência a jogada em que foi flagrado em posição de impedimento.

Se a bola teimou a entrar no primeiro tempo, apenas cinco minutos foram necessários na etapa final para a rede balançar. Após triangular com Kleber, D’Alessandro apareceu livre na linha de fundo e tocou para Otávio escorar para o gol e inaugurar o placar a favor do Inter.

A vantagem deu moral para o time gaúcho. Quatro minutos depois, o meia argentino lançou Alex pela esquerda. Sem ângulo, o jogador soltou a bomba e a bola explodiu no lado de fora da rede. No lance seguinte, o meia viu o goleiro Helton Leite adiantado e tentou surpreender do meio campo, mas a bola saiu longe do gol.

Mesmo vencendo, o Inter seguiu melhor que o Criciúma, que partia para cima sem oferecer perigo ao time gaúcho. Aos 23, D’Alessandro recebeu livre na entrada da área e carimbou a trave direito. Nove minutos depois, Kleber cruzou e Leandro Damião testou firme, mas Helton Leite saltou e espalmou para escanteio.

O goleiro salvaria o Tigre em outras oportunidades. Primeiro, Alex cobrou falta para a área e Leandro escorou para o próprio gol. Depois, Williams, que substituiu D'Alessandro, fez boa jogada individual pela esquerda e soltou a bomba.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 0 X 1 INTERNACIONAL

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Data: 15 de setembro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Moisés Aparecido de Souza (PR)

Cartões amarelos: Gilson, Bruno Renan, Leandro Brasília, Wellington Paulista (Criciúma) Juan, Otávio, Alex (Internacional)
Gol: Otávio, aos 5 minutos do segundo tempo

CRICIÚMA: Helton Leite; Suéliton, Matheus Ferraz, Leonardo e Gilson; Bruno Renan, Leandro Brasília (Henik) e Morais (Daniel Carvalho); Fabinho, Lins e Marcel (Wellington Paulista)
Técnico: Sílvio Criciúma

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Airton, Josimar, Otávio (Scocco) e D’Alessandro (Williams); Alex e Leandro Damião (Alan Patrick)
Técnico: Dunga

Leia tudo sobre: InternacionalCriciúmaBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas