Duílio Monteiro Alves preferiu colocar panos quentes na atual fase do Corinthians e acredita na rápida reação do time paulista

Tite, Edu Gaspar e Duílio Monteiro Alves em treino do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Tite, Edu Gaspar e Duílio Monteiro Alves em treino do Corinthians

Após só Gil e Paulo André darem entrevistas depois da derrota para o Goiás , o diretor adjunto de futebol Duílio Monteiro Alves se mostrou bastante calmo ao ficar à disposição da imprensa. Não apontou nenhum problema especifico para explicar a sequência de quatro jogos sem vitória, mas optou pelo discurso de trabalho como solução mesmo assim.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"O Corinthians perdeu muitas chances de gol e acabou tomando dois, mas, especificamente, não detectamos o problema. É um mau momento do grupo todo. O que temos que fazer é ter calma e trabalho para conseguir a vitória na quarta-feira", afirmou Duílio, comedido.

Leia mais: Corinthians perde para o Goiás no Pacaembu e fica mais longe do G4

Nem as cobranças da torcida, exigindo mais vontade para o time voltar a vencer, alteraram o tom de voz do dirigente. Pouco após o presidente Mário Gobbi sair do Pacaembu também exibindo total tranquilidade, Duílio insistiu que, independentemente do problema, o que acontece no Corinthians não passa de uma fase ruim.

Confira a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

"Não entendo como falta de vontade, é um momento em que o time não vem se encontrando nem fazendo grandes jogos. Na quarta-feira, o time fez um bom jogo no Rio e acabou perdendo do Botafogo no finalzinho. Hoje, perdemos muitas oportunidades de gol e isso fez falta. O time tem que voltar a jogar, melhorar o futebol que está apresentando", simplificou.

A promessa é de conversa com o elenco nesta segunda-feira, mas "nada fora do normal". O objetivo é que a calma seja maior durante a semana com uma vitória na quarta-feira diante da Ponte Preta, em Campinas.

"Temos que trabalhar e pensar em chegar ao G-4. Tem muito campeonato ainda pela frente. Já na quarta-feira jogar muito em Campinas e tentar uma vitória para dar mais tranquilidade para trabalhar", definiu o diretor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.