Atacante dá duas assistências na vitória sobre o Vasco que tira o time do Canindé da zona de rebaixamento

Jogadores da Portuguesa comemoram gol sobre o Vasco no Canindé
Léo Pinheiro/Futura Press
Jogadores da Portuguesa comemoram gol sobre o Vasco no Canindé

A Portuguesa ainda se recuperava da dolorosa e polêmica derrota para o Grêmio no último sábado quando entrou no gramado do Canindé nesta quarta-feira. E para apagar de vez o revés para os gremistas, contou com grande atuação de Diogo, autor dos passes para os gols da vitória por 2 a 0 sobre o Vasco.

O atacante estava inspirado dentro de campo, como se representasse João Carlos Martins. O maestro, que é torcedor rubro-verde, compareceu ao estádio para promover campanha que busca atrair a torcida do clube aos jogos do Brasileirão e ainda se apresentou durante o intervalo com peça do músico russo Sergei Rachmaninoff.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com a bola rolando, foi Diogo quem regeu a orquestra de Guto Ferreira. Logo aos 11 minutos, fez grande jogada pela ponta esquerda, deixou o volante Abuda para trás e procurou Correa na grande área. Aos 40 do segundo tempo, o atacante demonstrou solidariedade novamente, desta vez para servir Gilberto.

"No lance do Correa todo mundo pediu atrás e eu tive que esperar um pouco, porque ele estava fazendo a movimentação por trás da defesa. Esperei todo mundo, ele movimentou bem e servi na medida. No do Gilberto, fiquei sem ângulo para o chute e achei ele ali na pequena área para dar o carrinho e empurrar para dentro", explicou.

A apresentação em grande estilo no Canindé, no entanto, não deixa Diogo acomodado. O atacante se mostrou feliz por voltar a ter grandes atuações e espera continuar ajudando a Portuguesa a escapar de vez da zona de rebaixamento. Ao bater o Vasco, a Lusa chegou aos 22 pontos e depende do resultado do Atlético-MG e Coritiba para saber se retorna à degola.

"Sabmemos que falta bastante ainda. Nossa caminhada é dura, mas temos que comemorar sim e ficar felizes com o resultado. O mais legal é que a torcia apoiou a gente. Fico feliz, estou muito contente pelo momento particular e pelas vitórias. Temos que fazer força aqui dentro de casa para melhorar cada vez mais", projetou o ídolo rubro-verde.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.