Conselho do Palmeiras reprova contas do ex-presidente Arnaldo Tirone em 2012

Por Gabriela Chabatura - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Durante assembleia, ficou decidido que haverá uma sindicância para investigar as possíveis irregularidades do ex-presidente

O Dia
Ex-presidente do Palmeiras será investigado por balancete de 2012

Durante Assembleia Extraordinária realizada na noite da última segunda-feira, na Academia de Futebol, cerca de 240 conselheiros, por praticamente decisão unânime, reprovaram o balanço financeiro do ex-presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, referente ao ano de 2012. O conselho alega irregularidades na gestão e uma sindicância será aberta para investigar o caso.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Entre os pontos ressaltados durante o encontro é que os prédios administrativos foram colocados no balanço como circulante ativo, quando eles deveriam aparecer como patrimônio social, o que maquia a real situação financeira. Seis conselheiros, nomeados pelo Conselho Deliberativo, serão designados para investigar as possíveis irregularidades.

Além das contas do ex-presidente, o orçamento de 2013 também foi discutido e, diferentemente do outro tema, foi aprovado. Por já ter 75% das receitas comprometidas por Tirone, o orçamento teve de ser refeito.

De acordo com os presentes, Arnaldo Tirone participou da assembleia, mas não esboçou nenhuma reação pelo fato de ser investigado. O iG tentou contato com o Tirone, mas ele não retornou às ligações.

Leia tudo sobre: PalmeirasSérie B

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas