De todas as vitórias conquistadas pelo time de Gilson Kleina na Série B, a mais fácil aconteceu diante do ASA, adversário desta terça-feira

Palmeiras venceu Atlético-GO na última rodada
Carlos Costa/Futura Press
Palmeiras venceu Atlético-GO na última rodada

No sábado, contra o Atlético-GO, o Palmeiras venceu pela primeira vez após quatro jogos de jejum. E terá às 19h30 (de Brasília) desta terça-feira, no Pacaembu, uma boa chance de retomar o embalo para garantir o acesso o quanto antes. O adversário será o ASA , contra quem o time conseguiu sua vitória mais tranquila no primeiro turno.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Ainda na segunda rodada da Série B do Brasileiro, mesmo com a cansativa viagem para Arapiraca, o time de Gilson Kleina precisou de 42 minutos para definir a vitória por 3 a 0.

Confira a classificação da Série B

Nas rodadas seguintes, o Palmeiras conseguiu até triunfos maiores, mas nunca mais construiu o placar com tanta tranquilidade. Nos 4 a 0 sobre Oeste e Icasa, por exemplo, o goleiro Fernando Prass teve que fazer defesas difíceis, pegando até pênalti, enquanto Bruno teve trabalho menos exigente em Alagoas.

Naquela fácil vitória em 28 de maio, até o contestado Kleber, já dispensado do clube, marcou gol. Hoje, o centroavante e artilheiro da equipe na competição é Alan Kardec, que naquela época ainda era jogador do Benfica. E não se empolga com o desempenho de seus colegas em Arapiraca.

"Classifico este jogo como dificílimo. Estaremos em casa, com apoio da torcida, mas com o adversário certamente se dedicando ao máximo para nos marcar e matar as nossas jogadas. Hoje, no futebol, não tem mais ninguém bobo nem jogo fácil. Os jogadores que facilitam apoiando e se impondo, por isso espero que sejamos muito ofensivos, buscando vitórias", comentou o camisa 14.

Com esse espirito, Kleina deve apostar mais uma vez na formação com três atacantes. Mas ainda sem Valdivia. O meia foi liberado mais cedo por sua seleção e ficará no banco de reservas, com atuação programada para, aproximadamente, 30 minutos. A incumbência de armar para Vinicius, Leandro e Alan Kardec segue com Felipe Menezes, já que Mendieta continua suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

No setor defensivo, Wesley continuará com uma função mais atrasada, ao lado de Márcio Araújo. E o volante Wendel será lateral direito, com o lateral direito Luis Felipe na esquerda, pois Juninho, Fernandinho e Marcelo Oliveira seguem vetados pelo departamento médico. Como Henrique está com a seleção brasileira, Vilson e Tiago Alves continuam como a dupla da zaga.

A ordem é que, com a mesma escalação que venceu o Atlético-GO no sábado e encerrou jejum de quatro vitórias, não haja empolgação pela diferença entre os times na tabela: o Palmeiras, líder da Série B, tem 45 pontos, quase o dobro dos 23 do ASA. O Verdão ainda tem a confortável vantagem de 14 pontos para o quinto colocado Sport, primeiro a aparecer fora da zona de acesso.

"Independentemente do adversário e da sua posição na tabela, é necessário respeitar. Lá também entram 11 jogadores. Mas o nosso objetivo tem que estar acima de tudo: buscar as vitórias para garantirmos o quanto antes a classificação para a primeira divisão. Se as vitórias acontecerem, a diferença aumenta. Ainda mais em casa, temos que jogar, colocar em prática tudo o que sabemos", discursou Alan Kardec.

É o que deseja o ASA, mas por um motivo bem diferente. Em 13º lugar, o time está a três pontos da zona de rebaixamento e terá que se reabilitar de uma sequência bastante prejudicial. Nas últimas dez partidas do clube alagoano, foram sete derrotas, um empate - na sexta-feira, em casa, com o Paysandu - e só duas vitórias.

Em busca da reviravolta na tabela, o técnico Leandro Campos deve suprir as ausências do zagueiro Samuel, suspenso, e do atacante Elionar Bombinha, machucado, recuando o volante Fabiano para a defesa, recolocando Milton Júnior no meio-campo, e deixando Wanderson como companheiro de Lúcio Maranhão no ataque.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X ASA

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 10 de setembro de 2013, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Assistentes: Carolina Romanholi Melo (CE) e Rafael Trombeta (PR)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Vilson, Tiago Alves e Luis Felipe; Márcio Araújo, Wesley e Felipe Menezes; Vinicius, Leandro e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

ASA: Gilson; Maicon, Tiago Garça, Fabiano e Chiquinho Baiano; Glaybson, Milton Júnior, Djair e Didira; Wanderson e Lúcio Maranhão
Técnico: Leandro Campos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.