Romário diz que Messi sofre de autismo e pai do jogador promete processo

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Deputado federal destacou uma informação envolvendo o argentino e acusou a imprensa espanhola de distorcer o comentário

Reuters
Lionel Messi, craque do Barcelona

O ex-jogador e deputado federal Romário se envolveu em mais uma polêmica, desta vez internacional. Ele publicou uma série de afirmações em sua conta no Twitter dizendo que o argentino Messi sofre de síndrome de Asperger, uma forma leve de autismo.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Vocês sabiam que o Messi tem síndrome de Asperger? É uma forma leve de autismo, que deu a ele o dom do foco e concentração acima de tudo e de todos. Newton e Einstin também tinham níveis de autismo. Espero que, como eles, Messi se supere a cada dia e continue nos apresentando esse belo futebol", escreveu Romário, antes de apresentar o link da matéria em que tinha lido sobre o caso.

Mesmo não desmerecendo Messi ou qualquer outro portador da doença, as declarações de Romário irritaram Jorge, pai do meia do Barcelona e da seleção argentina. Nesta segunda-feira, ele prometeu processar o ex-jogador por divulgar falsas informações.

Despreocupado com a ameaça, Romário voltou a usar o microblog para se defender. "Sites da Espanha divulgaram que eu havia dito que Messi tem um transtorno mental e estão fazendo sensacionalismo em cima do assunto. Divulguei uma informação que veículos no Brasil têm abordado. Até uma TV abordou o assunto. Então fica aqui a informação: de acordo com o pai do Messi, ele não tem autismo. Não sou medido para confrontar a informação. Ah, ele disse que vai me processar por isso. Pode processar a vontade", escreveu Romário.

Leia tudo sobre: romariomessibarcelonaespanhafutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas