Hyuri evita euforia após estreia para ajudar Botafogo a superar desfalques

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Após marcar dois gols na primeira partida pelo clube, meia-atacante de 21 anos busca convencer a torcida de que pode repetir atuação de gala

Flickr/Botafogo
Hyuri comemora com torcida do Botafogo um dos dois gols que fez na estreia pelo clube

Já nos acréscimos, o meia-atacante Hyuri marcou o gol da vitória do Audax por 2 a 1 sobre o Flamengo, em duelo válido pelo Campeonato Carioca disputado no dia 31 de março. Pouco mais de cinco meses depois, o jovem de 21 anos voltou a mostrar que tem estrela. Em sua estreia pelo Botafogo, fez dois gols na vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba desta quinta-feira, em confronto pelo Campeonato Brasileiro.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Tenho certeza que não haveria estreia melhor", disse Hyuri depois do jogo. "Fico feliz, mas agradeço ao grupo, à diretoria, à comissão técnica, a funcionários e à torcida. Se não me dessem tranquilidade, não teria tido essa atuação."

Antes de chegar ao Botafogo, em agosto, Hyuri tinha disputado apenas 13 partidas no ano. Todas na campanha do Audax no Campeonato Carioca. A oportunidade de entrar em campo entre os titulares contra o Coritiba foi resultado de alguns fatores negativos para a equipe, dos quais incluem a venda de Vitinho para o CSKA, da Rússia, e a ausência de Lodeiro, que serve à seleção uruguaia nas Eliminatórias da América do Sul.

Flickr/Botafogo
Hyuri brilhou na estreia pelo Botafogo

"O Botafogo vem conseguindo dar uma demonstração de força, superando adversidades em favor do bom resultado", afirmou o volante Marcelo Mattos, após o jogo contra o Coritiba. "Não é fácil a troca de jogadores, mas estamos conseguindo responder bem dentro de campo e isso é o mais importante", complementou o meia Seedorf.

Pelo discurso que apresentaram, os mais experientes do elenco confiam na capacidade de Hyuri de manter atuações como as da estreia e seguir ajudando o Botafogo a não sentir falta dos desfalques. Mas ele próprio faz questão de conter a empolgação por saber que a boa atuação lhe trará mais responsabilidade.

"As pessoas começam a cobrar mais. Se não continuar rendendo, vão vir críticas pesadas. Só penso em trabalhar mais forte e ajudar os companheiros. Vai ter jogo que não vai sair gol, mas vou sempre colaborar na marcação", prometeu Hyuri.

Terceiro colocado do Brasileirão com 33 pontos, o Botafogo volta a entrar em campo neste domingo contra o Criciúma. Hyuri, mais uma vez, será titular. Terá a chance de mostrar que o desempenho da estreia não aconteceu por acaso e que o brilho da sua estrela é permanente.

Leia tudo sobre: BotafogoBrasileirãoHyuri

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas