Em jogo de arbitragem polêmica, Grêmio vence Portuguesa e vira vice-líder

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Pênalti assinalado nos minutos finais dá a vitória ao clube gaúcho e motiva protestos da equipe paulista, que tem dois expulsos na confusão

Flickr/Grêmio
Kléber comemora gol da vitória do Grêmio

O Grêmio recebeu a visita da Portuguesa na Arena neste sábado e venceu por 3 a 2, em duelo pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado levou a equipe provisoriamente à vice-liderança da competição. Mas o jogo ficou marcado pela arbitragem polêmica.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Primeiro, quando a partida ainda estava empatada em 0 a 0, o Grêmio reclamou do gol de Kleber anulado pelo auxiliar, que viu impedimento na jogada. Mas a confusão foi ainda maior no fim, quando o placar já apontava 2 a 2. A Portuguesa reclamou bastante do pênalti que originou o terceiro gol dos mandantes. Além disso, o árbitro ainda expulsou dois jogadores do clube paulista que foram pretestar contra a marcação e contra a posição da bola na hora da cobrança.

Todos os gols saíram no segundo tempo. Barcos e Zé Roberto deixaram o Grêmio em vantagem. Rhodolfo (contra) e Luís Ricardo empataram para a Portuguesa, antes de Kleber converter o pênalti e dar a vitória aos gaúchos.

Técnico da Portuguesa reclama e lança dúvida sobre árbitros da Bahia

Com a vitória, o Grêmio assume a vice-liderança do Brasileirão, com 34 pontos. O próximo compromisso será na quarta-feira, em Pernambuco, contra o Náutico. Já a Portuguesa segue em 17º lugar, dentro da zona de rebaixamento, com 19 pontos, e receberá o Vasco no Canindé, também na quarta.

WESLEY SANTOS/Gazeta Press
Valdomiro se revolta com a arbitragem, que recebe proteção policial

O jogo

No começo do jogo, o Grêmio perdeu o zagueiro Werley, que recebeu pancada de Diogo. Gabriel entrou em seu lugar. O time gaúcho dominou os primeiros minutos, mas chutava pouco a gol. A primeira conclusão foi um bom chute de fora de Alex Telles, aos 16, por cima. O lateral gremista teve nova boa chance aos 21, apanhando rebote da zaga da Lusa para chutar cruzado, com muito perigo. Aos 22, foi Kleber quem teve boa chance, mas a defesa desviou a conclusão.

A Portuguesa aos poucos foi aproveitando os erros de passe do time gaúcho para se soltar, mas o Grêmio seguia mais perigoso. Aos 30, após nova boa jogada de Alex Telles, Souza arriscou por cima do gol de fora da área. Quatro minutos depois, Rhodolfo soltou uma bomba da intermediária e obrigou Lauro a uma grande defesa. Aos 42, Pará subiu à linha de fundo e cruzou para o cabeceio de Barcos por cima do gol. Aos 45, Alex Telles arriscou de fora e Lauro fez boa defesa.

O Grêmio seguiu melhor na volta do segundo tempo: logo aos dois minutos, Kleber marcou em cruzamento de Pará, mas o árbitro anulou assinalando impedimento. Aos 6, não houve jeito: após cobrança de escanteio de Alex Telles, Souza desviou de cabeça no primeiro pau e Barcos empurrou de cabeça para a rede: 1 a 0. A Lusa sentiu o gol, e o Grêmio passou a ter grande facilidade de penetrar na área do time paulista.

Aos 12, Kleber recebeu lançamento do lado esquerdo, esperou Zé Roberto chegar à área e cruzou para a conclusão de primeira do meia: 2 a 0. Na saída de bola, a Lusa perdeu a posse de bola e o Grêmio quase fez o terceiro, com Barcos, que chutou com grande perigo. O time gaúcho diminuiu o ritmo a partir da vantagem e sofreu um susto aos 25: Bruninho recebeu passe de Moisés e chutou. Dida defendeu, mas a bola bateu em Rhodolfo e entrou: 2 a 1.

Animada com o gol, a Portuguesa levou perigo de novo aos 29, em cabeçada de Gilberto defendida pelo goleiro Dida. Aos 31, o empate: Luís Ricardo aparou de cabeça cobrança de escanteio de Corrêa e fez o segundo gol, surpreendendo a todos na Arena e jogando um balde de água fria no Grêmio, que tinha a vitória nas mãos.

Aos 35, porém, a reação da Lusa foi brecada, quando Rogério cometeu pênalti em dividida com Kleber. A Lusa protestou muito contra a penalidade, e Bruninho e Valdomiro foram expulsos, e até a Brigada Militar entrou em campo para proteger a arbitragem. Kleber cobrou só aos 41, no meio do gol, e fez o terceiro do Grêmio.

Mesmo com nove homens, a Portuguesa veio para cima do Grêmio tentando o empate. Em um escanteio, o goleiro Lauro chegou a subir para a área tentar o gol de cabeça, mas a zaga gaúcha cortou.

FICHA TÉCNICA - GRÊMIO 3 x 2 PORTUGUESA
Local:
Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 7 de setembro de 2013, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Edílson Frasão Pereira (TO)
Público: 21.219 (19.565 pagantes)
Renda: R$ 783.260,00
Cartões amarelos: Barcos (Grêmio); Diogo, Bruno Henrique e Rogério (Portuguesa)
Cartão Vermelho: Bruninho e Valdomiro (Portuguesa)

Gols: 
GRÊMIO: Barcos, aos 6, Zé Roberto, aos 12, e Kleber, de pênalti, aos 41 minutos do segundo tempo
PORTUGUESA: Rhodolfo, contra, aos 25, e Luís Ricardo, aos 31 minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Dida; Werley (Gabriel), Rhodolfo (Matheus Biteco) e Bressan; Pará, Souza, Ramiro (Maxi Rodríguez), Zé Roberto e Alex Telles; Kleber e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

PORTUGUESA: Lauro; Luís Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique (Bruninho), Moisés e Souza (Corrêa); Gilberto e Diogo
Técnico: Guto Ferreira

Leia tudo sobre: grêmioportuguesabrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas