Oferta do El Jaish foi considerada "extremamente vantajosa, tanto para o clube como para o jogador"

O América-MG tentou segurar seu craque até o final do ano, reajustou os salários significativamente, mas uma proposta do futebol árabe tirou Rodriguinho do clube mineiro. Nesta sexta-feira, o Conselho de Administração do América comunicou aos seus torcedores que está negociando os direitos federativos do armador ao El Jaish Sport Club, do Qatar.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Depois de receber algumas propostas nos últimos meses, o América-MG havia decidido manter o atleta pelo menos até dezembro, fazendo com que o planejamento da equipe não fosse prejudicado. A oferta do El Jaish, no entanto, foi considerada "extremamente vantajosa, tanto para o clube como para o jogador".

Apesar de ter manifestado o desejo de manter o atleta, a diretoria também levou em conta a posição de Rodriguinho, que, diante de uma proposta com valores elevados, pediu para que o clube facilitasse a negociação. Sendo assim, a motivação do jogador no restante da temporada também poderia não ser a mesma.

Neste sábado, o Superintendente Geral do América, Alexandre Faria, viaja para o Qatar, juntamente com Rodriguinho, para a efetivação da negociação com o El Jaish. Ao concluir a negociação, o América divulgará os valores envolvidos no negócio, mas já revela que se trata da transação de atleta de maior valor realizada em toda sua história.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.