Com show de Hyuri, Botafogo passa pelo Coritiba e retoma luta pela ponta

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Jogador fez estreia de gala e encantou a torcida no Maracanã com dois gols, um deles de placa

Wagner Meier/Agif/Gazeta Press
Hyuri ganha abraço de Seedorf por um dos gols marcados contra o Coritiba

O Botafogo fez o dever de casa e venceu com autoridade o Coritiba, por 3 a 1, no Maracanã, seguindo na caça do Cruzeiro, líder do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os donos da casa chegam aos 33 pontos, na terceira colocação. Já o time paranaense segue despencando na classificação e, estacionado em 25 pontos, fica com a oitava posição.

Comente esta notícia com outros torcedores

A equipe carioca abriu o placar aos 13 minutos da primeira etapa, com Rafael Marques, que aproveitou rebote da defesa para bater para o fundo do gol. Aos 40 minutos, Hyuri, que fazia sua estreia pelo Botafogo, aproveitou cruzamento na medida para fazer o segundo, de cabeça. No segundo tempo, o mesmo Hyuri marcou um golaço, driblando três defensores dentro da área. Alex, de pênalti, descontou, aos 12 minutos.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Criciúma, domingo, no Estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina. No mesmo dia o Coritiba encara o São Paulo, no Couto Pereira, em Curitiba.

O jogo

Já no primeiro lance da partida, bola na área do Coritiba e Bolívar testou pela linha de fundo, com perigo. A resposta veio aos quaro minutos, depois de recuo errado de Edílson, que permitiu a chegada de Geraldo, que invadiu a área e bateu pela linha de fundo. O jogo era veloz e equilibrado. Aos nove minutos, Alex cobrou escanteio fechado e Rafael Marques afastou de cabeça.

O Botafogo abriu o placar aos 13 minutos, em cochilo da defesa paranaense, que deu sobra de bola nos pés de Rafael Marques, que fuzilou para o fundo das redes. Aos 18 minutos, Edílson cobrou falta, a bola carimbou a barreira e, no rebote, Marcelo Mattos isolou. A equipe visitante ficou mais acuada no campo de defesa, tentando explorar os contra-ataques, mas sem sucesso.

Veja como está a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro

O ritmo caiu um pouco depois da correria inicial, com muitos erros no meio de campo e forte marcação. Aos 25 minutos, Júlio César bateu cruzado, para fora, sem maior perigo para Renan. Aos 38 minutos, Júlio César tentou mais uma vez e Elias quase empurrou para o gol. Mas, aos 40 minutos, Hyuri aproveitou cruzamento de Rafael Marques e o posicionamento errado da defesa do Botafogo para desviar para o gol.

Depois do intervalo, o Coritiba voltou com Maykon no lugar de Geraldo. Aos dois minutos, Seedorf pegou sobra de bola na entrada da área e bateu pela linha de fundo. O Coritiba respondeu com Maykon, que recebeu lançamento de Lex e chutou para defesa de Renan. Mas, aos quatro minutos, Hyuri abriu espaço na defesa alviverde e bateu no cantinho para marcar um belo gol.

Polêmica aos nove minutos. Gil invadiu a área e foi derrubado por Renan. A bola sobrou com Maykon, que fez o gol, mas o árbitro parou o lance para marcar pênalti e expulsar o goleiro. Na cobrança, Alex descontou, aos 12 minutos. Com um jogador a mais, a equipe paranaense se animou. Porém, Vanderlei quase se complicou, aos 19 minutos, entregando bola nos pés de Hyuri, que arrematou para defesa do goleiro, que se recuperou.

Seedorf caiu na área, aos 26 minutos, após choque com Luccas Claro, a torcida pediu pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. O Botafogo subiu de produção novamente. Aos 29 minutos, Hyuri invadiu a área e só não arrematou graças a chegada precisa de Luccas Claro. Aos 35 minutos, Octávio lançou Gabriel, que entrou na área e chutou em cima de Vanderlei. Maykon, aos 38 minutos, recebeu o segundo amarelo e foi expulso, minando qualquer chance de reação.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 1 CORITIBA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 5 de setembro de 2013 (quinta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Fabricio Neves Correa (RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Edilson Frasão Pereira (TO)

Cartões amarelos: Hyuri e Seedorf (Botafogo); Luccas Claro, Gil, Júlio César, Maykon e Vitor Junior (Coritiba)
Cartões vermelhos: Renan (Botafogo); Maykon (Coritiba)

Gols: BOTAFOGO: Rafael Marques, aos 13 minutos e Hyuri, aos 40 minutos do primeiro tempo e aos 04 minutos do segundo tempo
CORITIBA: Alex, aos 12 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Renan, Edilson, Dória, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel (Lucas Zen), Seedorf e Hyuri (Octávio); Elias (Milton) e Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

CORITIBA: Vanderlei; Victor Ferraz, Luccas Claro, Chico e Diogo; Willian, Gil (Lincoln), Vitor Júnior e Alex; Geraldo (Maykon) e Júlio César (Bill)
Técnico: Marquinhos Santos


* Com Gazeta

Leia tudo sobre: botafogocoritibahyuribrasileirao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas